Deputado Daniel Zen diz que das 14 medidas anunciadas pelo governo, apenas duas são novidade

Deputado Daniel Zen diz que das 14 medidas anunciadas pelo governo, apenas duas são novidade


O líder do Partido dos Trabalhadores (PT), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen, criticou o anúncio feito pelo governo em conjunto com a Secretaria de Estado da Educação (SEE), de um pacote com 14 medidas no setor. O parlamentar frisou que do total dessas ações, apenas duas são novidade e as demais já eram costumeiras em gestões anteriores, sendo inclusive asseguradas por mecanismos legais.

“Foram anunciadas 11 medidas e fui observá-las. Na verdade, a montanha pariu um rato, das 11 mais outras três, somente duas são de fato novidade, as demais são questões já asseguradas por mecanismos legais. O pagamento do VDP do mês de junho foi criado no governo Binho Marques; o pagamento do Programa Dinheiro Direto na Escola 2020, já está atrasado; quanto ao início da vacinação dos trabalhadores em educação, parece que o governo só acordou agora para isso”, criticou.

Daniel Zen seguiu dizendo que o governo vai enviar um projeto de lei ao Poder Legislativo, onde prevê o fornecimento de Internet e aparelhos de notebook para professores da rede pública, mas tanto ele quanto o deputado Jenilson Leite (PSB) já haviam apresentado matérias semelhantes. Ele seguiu falando do pacote de medidas anunciadas. “Adequar escolas com termômetro, álcool em gel e outros, isso é o mínimo. Regularizar o pagamento dos terceirizados, o governo se vangloria de fazer o mínimo de sua obrigação. O executivo anunciou 14 medidas, mas 12 são rotina administrativa e não vinham sendo feitas por pura incompetência”, concluiu.

Andressa Oliveira/ Agência Aleac

Revisão: Suzame Freitas

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com