Luiz Gonzaga defende investimentos em casas de farinha “Estamos perdendo mercado”

Luiz Gonzaga defende investimentos em casas de farinha “Estamos perdendo mercado”

O primeiro secretário da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Luiz Gonzaga (PSDB), falou na sessão remota desta quarta-feira (9) sobre a comercialização da farinha que é produzida na região do Juruá. O parlamentar frisou que o Acre está perdendo mercado para o estado do Paraná, onde, segundo ele, a farinha é produzida por um custo muito menor.

“No Paraná a farinha é industrializada. Só para se ter uma ideia, a farinha já custou R$ 250 o saco, e hoje, está custando R$ 140. E o preço tende a reduzir porque o estado do Paraná está conquistando a venda do produto no Amazonas, Pará e também em Rondônia”, disse o parlamentar.

Luiz Gonzaga falou da visita que fez no último feriado à recém-inaugurada casa de farinha automatizada do Vale do Juruá. Criada para dinamizar a cadeia produtiva da mandioca na região, a casa de processamento de farinha de mandioca foi uma iniciativa do Governo do Acre, encabeçada pelo técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio do Acre (Sepa), Murilo Matos.

“É disso que nós precisamos. O governo do estado precisa reagir, ajudar mais os nossos produtores, até porque a vocação da população do Juruá é a produção da farinha. Temos que trabalhar para que a gente conquiste o mercado e não perca espaço. Para isso, precisamos de mais casas de farinha automatizadas, assim o produtor terá um maior lucro”, enfatizou o deputado.

Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Revisão: Suzame Freitas

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com