Jenilson Leite demonstra preocupação com lentidão no processo de vacinação no Acre

Jenilson Leite demonstra preocupação com lentidão no processo de vacinação no Acre

Em pronunciamento na sessão remota desta terça-feira (8), o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Jenilson Leite (PSB), voltou a demonstrar preocupação com a lentidão no processo de vacinação no Acre.

“Não está sobrando vacina, está faltando gestão sobre a vacinação para acelerar o processo de imunização da nossa população. Temos hoje apenas 6,5% da população acreana imunizada com as duas doses, isso é muito pouco diante do momento grave que vivemos”, disse.

O oposicionista disse ainda, que o governador Gladson Cameli (Progressista) precisa lutar pela compra direta de doses da vacina anticovid. Segundo ele, essa é a única maneira de acelerar o processo de vacinação no Estado.

“Chega a vacina no Estado, mas a gestão sobre o produto está amarrada, o Ministério Público e o Ministério da Saúde não permitem nenhum tipo de movimentação diferente. É necessário que o governo do Estado apresse o movimento de compra direta da vacina, essa é a única forma de resolver, de acelerar o processo de vacinação. A demanda precisa ser livre, caso contrário, vamos continuar nesse pinga, pinga”, complementou.

No grande expediente, Jenilson Leite criticou a forma de administrar do governador Gladson Cameli. “Não concordo com essa forma de governar baseada no poder da caneta. Precisamos sair disso. Não é assim que se lidera. Eu não sou a favor da ameaça, eu defendo o diálogo, a construção de propostas”, enfatizou.

Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Revisão: Suzame Freitas

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com