Daniel Zen diz que votará favorável à proposta que cria o Cartão do Bem

Daniel Zen diz que votará favorável à proposta que cria o Cartão do Bem

Em pronunciamento na sessão remota desta quarta-feira (14), o líder do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen, disse que após os esclarecimentos feitos pela equipe de governo acerca do Cartão Bem, durante audiência pública na Comissão de Serviço Público ocorrida nesta manhã, ele votará favorável à proposta.

O parlamentar, que havia votado contrário à matéria durante votação na reunião conjunta das comissões de Serviço Público, Orçamento e Finanças e Constituição e Justiça, disse ter ficado satisfeito com a explanação dos secretários sobre o projeto.

“Quero dizer que após os esclarecimentos prestados pela equipe de governo na audiência pública de hoje, vou declarar meu voto favorável à matéria. Entendo que existem algumas questões, principalmente, sobre a fonte de recurso, que na minha opinião deveria ser através de recurso próprio, mas isso não será obstáculo para que eu não apoie essa iniciativa”, disse.

O oposicionista disse ainda que apresentaria algumas emendas com o intuito de melhorar o projeto, mas que irá se abster das correções. “Eu faria algumas observações, como exemplo, apresentaria uma emenda para ampliar o valor de R$ 150 para R$ 300, outra emenda para modificar a fonte de recurso, mas vou me abster disso. Entendo que essa é uma opção do governo do Estado e vou respeitar. Estou satisfeito com os esclarecimentos dos secretários, principalmente, relacionados à natureza jurídica”, complementou.

Para concluir, Daniel Zen falou sobre o cadastro de reserva da Secretaria de Estado de Educação (SEE). Ele disse que irá solicitar alguns dados da instituição referente a quantidade de professores efetivos, provisórios, de escolas e de alunos por turma.

“Tivemos um concurso em 2018 que classificou 1026 pessoas. Desses aprovados, foram convocados 528 profissionais que foram distribuídos em diferentes disciplinas para escolas da zona rural e urbana. Ou seja, restam 498 candidatos para serem chamados. Não quero entrar no debate sobre o professor provisório, até porque ele sempre será importante. Isso não há o que discutir. O debate não é esse, é sobre a quantidade mesmo, até porque sempre fica esse questionamento se o número de provisórios está excessivo ou não. Nós precisamos saber desses números até porque tem muitos professores esperando ser convocados”, concluiu.

Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com