Jenilson Leite manifesta apoio a projeto que beneficia portadores de Autismo e destaca avanços da saúde no Acre

jenilson010415O deputado Jenilson Leite (PCdoB) manifestou apoio na sessão desta quarta-feira, 1º, ao projeto de lei de autoria do deputado Daniel Zen (PT), que “Institui a Política Estadual de Proteção e Assistência aos portadores de Autismo”. O parlamentar informou que votará favorável à matéria justificando que há no Estado a necessidade de políticas públicas eficientes para o diagnóstico, tratamento especializado e proteção dos direitos dos autistas.

“Quero aqui na condição de deputado estadual e de médico manifestar o meu total apoio a esse projeto que tem como objetivo principal dá mais dignidade aos autistas e seus familiares. Já tive contato com pacientes portadores de autismo e por isso sei das dificuldades que eles enfrentam”, disse.

O deputado ressaltou ainda a importância da indicação apresentada por ele na sessão de ontem (31) que pede a implantação de um Centro de Capacitação em Urgência e Emergência, visando à formação continuada dos profissionais da área da saúde, especialmente aqueles que atuam ou desejam atuar em unidades de pronto-socorro e/ou unidades terciárias e quaternárias de atendimentos.

O objetivo, segundo Jenilson Leite, é desenvolver as competências necessárias aos profissionais da saúde, agregando conhecimentos e habilidades para agir em situações de emergência para a realização de atendimento de qualidade às vítimas, em situações de urgência e emergência.

“É necessária uma qualificação continuada desses profissionais para que estejam cada vez mais aptos a prestar assistência adequada à população. O resultado disso é a diminuição de óbitos nos municípios e em regiões de difícil acesso. Alguns médicos têm dificuldades de exercitar algumas habilidades que são diferentes do seu cotidiano, a capacitação os deixaria mais afiados nos conhecimentos de urgência e emergência”, explicou.

Na Explicação Pessoal Jenilson Leite afirmou que os debates feitos na tribuna por alguns parlamentares da base de oposição com relação à saúde pública “extrapolam o limite”. O deputado reconhece que o esse setor enfrenta problemas, mas garantiu que a saúde pública do Estado do Acre conquistou avanços importantes nos últimos anos.

“Reconhecemos que temos erros na saúde e que precisamos melhorar, mas não podemos negar que avançamos muito nessa área. O que me incomoda são os discursos de alguns deputados de oposição que, sinceramente, às vezes extrapolam o limite. Esse discurso de que o Acre tem saúde de primeiro mundo é velho, foi utilizado na campanha para ganhar voto. A verdade é que a oposição administrou tanto tempo esse Estado e nunca houve na época uma estrutura como a de agora”, afirmou.

O deputado garantiu que o governo do Estado tem se esforçado para disponibilizar ao povo do Acre uma saúde pública de qualidade. “Não queremos saúde de primeiro mundo, saúde essa que muitos países de primeiro mundo têm como os Estados Unidos, por exemplo, que se a pessoa não tiver dinheiro para pagar a consulta morre na fila do hospital. Queremos um sistema de saúde que consiga diminuir o sofrimento da população acreana, queremos que as pessoas sejam mais bem assistidas, que sejam atendidas nas unidades de saúde com dignidade e respeito”, concluiu.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com