Presidente Nicolau Júnior cede prédio da Aleac para vacinação de gestantes contra a Covid-19

Presidente Nicolau Júnior cede prédio da Aleac para vacinação de gestantes contra a Covid-19

A partir de um pedido feito pela Vigilância em Saúde do Estado, que solicitou um espaço climatizado para a realização da vacinação de grávidas sem comorbidades, a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), por meio do seu presidente, deputado Nicolau Júnior (PP), cedeu um ambiente do prédio. A imunização já foi iniciada e vai durar até as 22 horas de hoje.

Para serem vacinadas, as grávidas devem apresentar o Cartão da Gestante e um documento com foto. No caso das puérperas, que são aquelas que deram a luz há menos de 45 dias, elas devem apresentar a certidão de nascimento do bebê e documento pessoal. Também entra nessa categoria as mães que tiveram a gravidez interrompida e ainda estão no período de resguardo.

Em abril deste ano, o Ministério da Saúde incluiu todas as grávidas e puérperas no Plano Nacional de Imunização. Os imunizantes que podem ser aplicados são da CoronaVac, do Instituto Butantan, ou Comirnaty, da Pfizer.

Carol Parente – TNI

Carol Parente, técnica do Programa Nacional de Imunizações e também uma das coordenadoras do evento, frisou que as vacinas fabricadas pelo Instituto Butantan e Pfizer são as que estão sendo aplicadas no local, uma vez que geram menos efeitos colaterais. “Nós estávamos aguardando o envio desses imunizantes específicos, pois eles são os recomendados para essas mulheres, uma vez que dão o mínimo de efeitos possíveis. Então as gestantes podem vir sem medo tomar sua dose”.

Após o nascimento de bebês de mães vacinadas contra a doença antes do parto,  que apresentaram a presença de anticorpos IgG contra SARS-CoV-2, estudos estão sendo feitos para saber a quantidade de imunoglobulinas neutralizantes virais presentes no sangue dos recém-nascidos e a duração dessa proteção.

Kely Cristina, grávida de quatro meses foi a primeira a ser vacinada. Ela falou sobre a felicidade em saber que já poderia ser imunizada. “Cheguei cedo aqui pois estava ansiosa por esse momento. Com esse gesto não estou cuidando somente da minha vida, mas também da do meu filho que vai nascer. Não tenho receio em me vacinar, pois sei que os cientistas estudaram muito para que os imunizantes ficassem prontos. Estamos passando por um período difícil e o início da imunização nos traz esperança”, disse.

A servidora do Poder Legislativo, Priscila de Lima, que está grávida, também foi tomar a primeira dose do imunizante. Durante todo o dia as gestantes e puérperas poderão ir até o prédio da Aleac para serem vacinadas. O local é climatizado e possui poltronas para que elas possam ficar confortáveis enquanto aguardam sua vez.

Andressa Oliveira/ Agência Aleac

Kely Cristina – Gestante

Kely Cristina – Gestante

Priscila de Lima – Servidora ALEAC

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com