“A Aleac não parou de funcionar um dia sequer na pandemia”, afirma Nicolau Júnior

“A Aleac não parou de funcionar um dia sequer na pandemia”, afirma Nicolau Júnior

Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, os deputados estaduais avaliam como positivas as ações da Assembleia Legislativa do Acre em 2020. Para o presidente do parlamento acreano, deputado Nicolau Júnior (Progressistas), o trabalho de forma virtual possibilitou o bom desempenho na aprovação de leis com objetivo de minimizar os efeitos da crise sanitária e econômica do estado.

O parlamentar frisou que a Casa Legislativa não parou em nenhum momento e que todas as ações parlamentares e administrativas foram realizadas com êxito, ainda que de maneira remota.  O progressista ressaltou ainda que as reuniões de comissões técnicas e sessões plenárias, às terças e quartas-feiras, que foram realizadas e transmitidas pelo Youtube e Facebook, através da plataforma da casa, tiveram o acompanhamento atento da população acreana.

“Não deixamos de trabalhar um dia sequer desde o início da pandemia. Pelo contrário, a Aleac nunca produziu tanto. Trabalhamos intensamente, mesmo que virtualmente. Apesar de todas as restrições necessárias, o trabalho virtual na Aleac proporcionou uma boa produtividade, não havendo prejuízos na aprovação de mensagens do Executivo, por exemplo”, disse.

Fazendo uma comparação com a produção de 2019, o chefe do legislativo destacou que em 2020 mais de 390 proposições foram apresentadas, o que inclui projetos do Executivo, Tribunal de Justiça, Ministério Público, deputados e Mesa Diretora. Nicolau Júnior também enalteceu a atuação das Comissões.

“Ultrapassamos o número previsto de sessões em razão da urgente necessidade de avaliar e votar propostas de grande alcance social. As comissões da Aleac nunca estiveram tão movimentadas como na legislatura passada. Foram mais de 258 reuniões e 8 audiências públicas no total. Para se ter uma ideia, em 2019, foram apresentadas 288 proposições sendo que esse número saltou para mais de 390 em 2020. Ou seja, mesmo online a produção legislativa foi bem maior que a de 2019.  Apesar dos desafios, 2020 foi um ano muito produtivo, de muito trabalho e de grandes debates”, enfatizou o presidente da Aleac.

O vice-presidente do Poder Legislativo, deputado Jenilson Leite (PSB), assegurou que em nenhum momento os deputados foram omissos quando o executivo precisou. Ele garantiu que bandeiras ideológicas jamais foram impedimento para votar de forma favorável em projetos que beneficiassem a população.

jenilson-leite-psb-120220

“Desde o início da pandemia, todas as matérias encaminhadas pelo executivo para a Aleac nós aprovamos. Não paramos um dia sequer, sempre com o intuito de ajudar, contribuir com projetos propositivos que abraçam a dificuldade do povo nesse momento que exige total contribuição nossa. Apresentei vários PL’s e todos eles foram de extrema importância para esse momento”, enfatizou.

O primeiro secretário da Aleac, deputado Luiz Gonzaga (PSDB), também avalia como positivo o desempenho da Assembleia em 2020, mesmo com as restrições impostas pelo novo coronavírus. Segundo ele, a possibilidade de trabalho remoto garantiu a produtividade do Legislativo, aprovando mensagens importantes do Poder Executivo e de parlamentares no enfrentamento à doença.

luiz-gonzaga-psdb-030320

“Encerramos o ano aprovando projetos importantes, objetivando ajudar os cidadãos do nosso estado. O ano de 2020 foi desafiador para o estado e consequentemente para a Aleac, que teve a tarefa de discutir e votar todas as matérias que pudessem dar resposta positiva no combate e enfrentamento à Covid-19. Trabalhamos de modo virtual e presencial quando necessário, sempre obedecendo todas as medidas de prevenção da doença”, complementou.

O líder do governo na Aleac, deputado Gerlen Diniz (Progressistas), frisou que todos os parlamentares foram sensíveis às causas da população devido às dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus.

gehlen-diniz-pp-120220a

“Tanto os parlamentares quanto o Executivo apresentaram medidas importantes de combate à pandemia. Nos esforçamos ao máximo para garantir o bom funcionamento da Aleac ainda que de modo online. Mas, sabemos que o momento ainda é crítico e exige dos governantes cautela e muita responsabilidade. Enquanto parlamentar, continuarei trabalhando para tentar minimizar essa situação caótica”, disse.

Já para o deputado Edvaldo Magalhães (PC do B), o parlamento cumpriu seu papel, principalmente no enfrentamento à pandemia. O oposicionista frisou que a Assembleia Legislativa em trabalho remoto, respondeu ao desafio com muito debate e maior produção legislativa.

edvaldo-magalhaes-pcdob-101219

“A pandemia mudou o modo de olharmos o mundo e de nos comportar no cotidiano. Imposição da dura realidade. As sessões virtuais tiveram grande visibilidade, transmitidas ao vivo e com o acompanhamento atento da comunidade. É só pesquisar e constatar que todos os indicadores da produção parlamentar cresceram na pandemia, fato que forçará uma nova tomada de atitude quanto à regulação do trabalho remoto”, disse.

Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com