Daniel Zen comenta resultado de pesquisa do IPEC “Se a eleição fosse amanhã, era 2º turno na certa”

Daniel Zen comenta resultado de pesquisa do IPEC “Se a eleição fosse amanhã, era 2º turno na certa”

 

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (30), o líder do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen, comentou o resultado da pesquisa do Instituto Inteligência em Pesquisa e Consultoria Ltda (Ipec), divulgada na última segunda-feira (29) pela Rede Amazônica.

O parlamentar comemorou o resultado onde o candidato da Federação Brasil da Esperança, Jorge Viana, do PT, aparece em segundo lugar com 29% das intenções de voto dos acreanos.

“Com duas semanas de campanha, o nosso candidato já aparece na segunda posição. Se a eleição fosse amanhã, até de acordo com a pesquisa do Ipec, considerando a margem de erro, daria segundo turno. Agora, imaginem vocês daqui 32 dias de campanha? É segundo turno na certa. Não há hipótese de isso não acontecer”, enfatizou.

Ainda segundo o parlamentar, as ‘margens de erro’ das pesquisas do Ipec sempre são mais “elásticas” que as pesquisas dos demais institutos. “Digo isso porque nas pesquisas internas, tanto do lado de lá, quanto do lado de cá, os resultados são bem diferentes, são apavorantes para a turma governista. A turma está preocupada porque a candidatura da Federação Brasil da Esperança veio forte e firme para se consolidar na segunda posição e para fazer a virada”, complementou.

No grande expediente, Daniel Zen retornou à tribuna para questionar a assinatura de um contrato no valor de R$ 705 mil, assinado pelo secretário de Desenvolvimento Urbano do governo Gladson Cameli e publicado no Diário Oficial, para a fabricação de 10 maquetes de cinco obras que, segundo ele, ainda não saíram do papel.

“Isso é uma piada sem fim. É indício de corrupção na certa. Uma maquete dessa não custa mais de R$ 20 mil e está orçada em R$ 90 mil. Isso é caixa 2 para campanha. O Ministério Público deveria investigar isso, abrir um inquérito civil público para apurar o indício de corrupção que tem neste contrato. Onde já se viu, R$ 705 mil para fabricar 10 maquetes? Isso está parecendo os 107 imóveis que foram adquiridos nos últimos 30 anos pela família Bolsonaro”, finalizou.

Texto: Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Foto: Sérgio Vale

Revisão: Suzame Freitas

 

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com