Aleac aprova PEC que indeniza servidores demitidos sem justa causa do Detran e Saneacre

Aleac aprova PEC que indeniza servidores demitidos sem justa causa do Detran e Saneacre

Os deputados estaduais aprovaram durante sessão extraordinária na

tarde desta quarta-feira (29), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC),

de nº 4/2022, de autoria do deputado Pedro Longo (PDT), que cria uma

indenização extraordinária aos servidores temporários do Detran/AC, em

virtude da rescisão imotivada do contrato de trabalho.

A proposta foi aprovada com uma emenda aditiva de autoria do deputado

Edvaldo Magalhães (PC do B), que estende o benefício também aos

servidores do antigo Departamento de Águas e Saneamento (Depasa),

atual Saneacre.

De acordo com a proposta, a indenização será equivalente a um salário

mínimo para cada mês trabalhado e contempla os que já foram desligados

e os que ainda serão.

O texto explica, ainda, que para efeito de pagamento serão contabilizados

como efetivo exercício todos os anos trabalhados pelos servidores

independente da quantidade de contratos, em um prazo de 60 dias após

demissão.

Os parlamentares aprovaram, ainda, a PEC 5/2022, também de autoria do

deputado Pedro Longo (PDT) que visa criar, no âmbito do Estado do Acre,

o Fundo Estadual de Juventude. O texto explica que este Fundo irá auxiliar

o Poder Executivo Estadual na captação de recursos destinados às

políticas públicas voltadas para juventude, por meio das mais diversas

fontes, como doações de pessoas físicas e jurídicas e entidades nacionais e

internacionais.

Para o autor da proposta, isso tornará viável a manutenção de programas

e projetos para os jovens acreanos, o que refletirá em novas perspectivas,

na aplicação de oportunidades e diminuição da vulnerabilidade à

violência.

“A criação de um instrumento exclusivo de financiamento das ações e

programas para juventude, representa um grande avanço e será muito

importante para a juventude deste Estado, na medida em que reconhece,

na prática, que essa parcela da sociedade merece atenção especial do

Poder Público”, frisou Pedro Longo.

Os parlamentares também aprovaram o projeto de lei nº 93/2022, de

autoria da Mesa Diretora, que Institui Vantagem Pessoal Nominalmente

Identificada (VPNI), para os servidores da Assembleia Legislativa do Acre

que, na data de vigência desta Lei, fazem jus a gratificação prevista no §

10 do art. 3ºda Lei nº 3.378m de 17 de abril de 2018.

O texto explica que fará jus a VPNI o servidor que estiver recebendo a

gratificação prevista no § 10 do art. 3º da Lei nº 3.378, de 17 de abril de

2018, há cinco anos consecutivos.

Outros projetos aprovados pelos parlamentares:

Projeto de Lei nº 190/2020, de autoria do deputado Neném Almeida

(Podemos), que dispõe sobre sessões de cinema adaptadas às pessoas

com Transtorno do Espectro Autista – TEA e suas famílias.

Projeto de Lei nº 14/2022, de autoria do deputado Neném Almeida

(Podemos), que acresce a redação a Lei nº 1.478, de 15 de janeiro de 2003

que criou o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Acre

– IDAF/AC.

Projeto de Lei nº 20/2022, de autoria do deputado Roberto Duarte

(Republicanos), que institui o projeto hora do Colinho nas maternidades

do Estado do Acre.

Projeto de Lei nº 21/2022 de autoria do deputado Roberto Duarte

(Republicanos), que dispõe sobre o uso da assinatura eletrônica no âmbito

do Estado do Acre.

Projeto de Lei nº 28/2022 de autoria do deputado Edvaldo Magalhães (PC

do B), que dispõe sobre o acréscimo do nome José Sidenir das Chagas ao

Complexo de Florestas Estaduais do Rio Gregório.

Projeto de Lei nº 20/2022 de autoria do deputado Luis Tchê (PDT), que

dispõe sobre o ingresso e permanência de cães de terapia e de assistência,

utilizados em intervenções Assistidas com Animais (IAA), em locais

públicos e privados.

Texto: Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Revisão: Suzame Freitas

Foto: Sérgio Vale

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com