Neném Almeida diz que bebês morreram por falta de remédios básicos “Pare de dançar governador, vá trabalhar”

Neném Almeida diz que bebês morreram por falta de remédios básicos “Pare de dançar governador, vá trabalhar”

 

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (21), o deputado Neném Almeida (Podemos) se solidarizou com as mães que perderam seus bebês, vítimas de síndrome respiratória, e que acusam o governo do Estado de negligência. Ainda de acordo com o parlamentar, o governador Gladson Cameli (Progressistas) quer criminalizar as mães pelo protesto realizado por elas em frente ao Pronto Socorro de Rio Branco.

“O governo do Estado está pagando assessores para dizer que as mães dos bebês que vieram a óbito, naquele hospital, estão fazendo politicagem. Olha que absurdo. O governador prefere se esconder nas agendas, ao invés de resolver os problemas. E ainda não permite que ninguém argumente contra ele. As mães estão desesperadas e o governo do Estado quer criminalizá-las ao invés de ampará-las”, afirmou.

O deputado criticou, ainda, o descaso do governo do Estado com a saúde pública do Acre. “Imaginem perder um filho de maneira irresponsável e criminosa. Foi isso que o atual governo fez com aquelas dez crianças que morreram por falta de remédio básico que se compra em qualquer farmácia. Para dançar o governador é bom, para viajar também, mas para cuidar das famílias acreanas ele não presta. Eu ajudei a eleger esse governo, mas jamais vou compactuar com coisa errada. Vá trabalhar governador”, complementou.

Texto: Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Revisão: Suzame Freitas

Fotos: Sérgio Vale

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com