Deputado Edvaldo Magalhães afirma que governador enganou cadastro de reserva da Policia Civil

Deputado Edvaldo Magalhães afirma que governador enganou cadastro de reserva da Policia Civil

 

A convocação dos integrantes do cadastro de reserva da Polícia Civil foi tema do discurso do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), durante sessão realizada na manhã desta quarta-feira (15). O parlamentar alega que o governador Gladson Cameli (PP) enganou por três vezes os aprovados.

“Por várias vezes os aprovados no cadastro de reserva da Civil já estiveram aqui e hoje eles retornam. Lembro que o governador Gladson Cameli enganou vocês por três vezes, ele foi mais perverso do que Pedro foi com Jesus Cristo. Antes de ser eleito, ele fez promessas, participou de solenidades, alimentou sonhos nos corações dos jovens e até assinou documento, mas agora se esquiva de sua responsabilidade”, criticou.

Magalhães seguiu dizendo que o chefe do executivo assegurou aos aprovados que iria convocá-los, dando sua palavra e batendo no peito, mas que logo em seguida inventou a desculpa de que o edital do concurso continha erros que não permitiam a convocação. “Posicione-se, governador! Há um déficit na Polícia Civil que precisa ser corrigido. O cadastro de reserva aguarda seu posicionamento. Está na hora de deixar de negar, enrolar, a decisão agora não é jurídica, ela é política. Não existe justificativa maior para se convocar as forças de segurança do que o desafio de enfrentar a violência”.

Andressa Oliveira/ Agência Aleac

Revisão: Suzame Freitas

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com