Daniel Zen questiona critérios do último edital lançado pela Lei Aldir Blanc

Daniel Zen questiona critérios do último edital lançado pela Lei Aldir Blanc

 

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (17), o líder do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen, falou sobre a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc – Lei nº 14.017, de 29 de junho de 2020.

A lei que é fruto de articulação do movimento cultural com parlamentares sensíveis às necessidades da cultura, teve como finalidade atender ao setor cultural do Brasil, maior afetado com as medidas restritivas de isolamento social impostas em razão da pandemia Covid-19, destinando para tal o valor de três bilhões de reais.

Em seu discurso, o parlamentar questionou alguns critérios do último edital lançado pela Lei Aldir Blanc. Como membro da Comissão de Cultura da Aleac, ele disse que acompanhará de perto o andamento do processo.

“Eu não concordo com os critérios do último edital que foi lançado, acho que alguns deles são desnecessários. Neste sentido, estamos à disposição para dialogar sobre o assunto, temos que rever esses critérios. Nós precisamos debater esses editais, eles precisam ser o mais democrático possível”, disse o oposicionista.

Texto: Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Revisão: Suzame Freitas

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com