“Batemos o recorde de óbitos, quem achava que já tínhamos passado pelo pior se enganou” diz Daniel Zen

“Batemos o recorde de óbitos, quem achava que já tínhamos passado pelo pior se enganou” diz Daniel Zen

Em pronunciamento na sessão remota desta terça-feira (2), o deputado Daniel Zen (PT), manifestou pesar pela marca ultrapassada de mil mortes provocadas pela Covid-19 no Acre. O oposicionista disse ainda que o Estado passa pelo pior momento da pandemia.

“Batemos o recorde de óbitos, quem achava que já tínhamos passado pelo pior se enganou. Nós continuamos contando mortos. E para completar, o presidente Bolsonaro vetou parte da lei que autoriza os estados comprarem suas doses de vacinas. Nós estamos entregues à própria sorte”, disse.

O parlamentar também falou sobre os problemas enfrentados pelos professores do Estado durante a pandemia. Ele frisou que a maioria dos docentes não tinha experiência para dar aulas remotas e que segue em treinamento, aprendendo tudo por conta própria.

“Não está sendo fácil para os nossos professores. Eles têm relatado a dificuldade em lidar com a nova realidade, e o esforço pessoal para transmitir a aprendizagem aos estudantes durante a emergência de saúde provocada pelo coronavírus. Da noite para o dia tiveram que se adaptar a dar aulas de modo remoto, a gravar vídeos-aulas e áudio-aulas, isso tudo com o custo do próprio salário, com energia adicional, internet, escritório. E sem ganhar nenhum tipo de auxílio”, complementou o parlamentar.

Daniel Zen destacou ainda a convocação do cadastro de reserva da Polícia Militar. Ele pediu que o governo do Estado convoque o mais rápido possível os concursados que ficaram de fora. “Precisamos continuar lutando por esses bravos guerreiros da PM”, disse.

Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com