Daniel Zen questiona declaração de governador e critica sucateamento proposital do Depasa

Daniel Zen questiona declaração de governador e critica sucateamento proposital do Depasa

Em pronunciamento na sessão remota desta quarta-feira (30), o deputado Daniel Zen (PT) criticou a declaração do governador Gladson Cameli acerca da possível privatização do Depasa.

O parlamentar afirmou que o posicionamento do governo do Estado apenas confirma sua opinião de que o sucateamento da autarquia seria proposital.

 

“O governador disse publicamente: “Se alguém quiser comprar o Depasa, eu vendo na hora”. Fiquei chocado quando li isso. Mas essa declaração do governador só comprova a minha tese de que o Depasa estava sendo sucateado de propósito. Querem dizer que sob os cuidados públicos não funciona, que faltam produtos. Estão querendo justificar que tudo que é público é ineficiente”, disse.

 

Ao repudiar a declaração de Gladson Cameli, o oposicionista salientou que privatizar não é a solução. “As coisas estão ao Deus dará para justificar o discurso de que a privatização é a saída para os problemas, mas sabemos que não é. A Eletroacre é um exemplo disso”, complementou.

 

Daniel Zen também condenou a retirada de recursos do Fundeb para custear o Renda Cidadã, o novo programa social do governo Jair Bolsonaro. Ele fez ainda duras críticas ao senador Márcio Bittar (MDB), relator do Orçamento Geral da União.

“Retirar recursos da educação para custear uma proposta do Programa Renda Brasil é um absurdo sem fim. Ao invés de taxar grandes fortunas, de cobrar os sonegadores de impostos, o senador vai buscar recursos do Fundeb para tentar custear uma proposta de cunho eleitoreiro do governo federal. Usar dinheiro dos precatórios para compor o Renda Cidadã. Isso é criminoso, é calote”, concluiu.

Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com