Daniel Zen: “Não adianta decretar medidas e não fiscalizar seu cumprimento”

Daniel Zen: “Não adianta decretar medidas e não fiscalizar seu cumprimento”

Em pronunciamento na sessão on-line desta quarta-feira (5), o deputado Daniel Zen (PT) falou a respeito do modelo de isolamento adotado pelo governo do Estado e pela Prefeitura de Rio Branco. Segundo ele, o isolamento não foi cumprido à risca porque faltou “pulso” e “fiscalização” por parte dos gestores.

 Ainda de acordo com o parlamentar, a postergação prejudicou o retorno imediato das atividades econômicas. “Não adianta nada decretar e não ter pulso para fazer com que as pessoas cumpram. Infelizmente, o que está acontecendo é um isolamento meia-boca, que provavelmente vai se estender ainda mais e vai levar os nossos empresários à exaustão”, disse.

O oposicionista disse que se o governo do Estado tivesse decretado loockdown no início da pandemia, a doença teria perdido forças. “Mas o que teve foi vacilo e hesitação, o que levou ao aumento absurdo de casos, superando as 20 mil notificações confirmadas para a Covid-19. Nós precisamos de líderes. Líderes que tenham postura firme, que não tenham medo de desagradar ao tomar suas decisões. Não adianta decretar medidas e não fiscalizar seu cumprimento” complementou.

Daniel Zen alertou ainda para a chegada da doença nas comunidades rurais e aldeias indígenas do Estado. “A doença está se interiorizando, chegando às comunidades isoladas do Acre, nas aldeias indígenas, ameaçando pessoas que naturalmente estavam protegidas pelo isolamento. O governo precisa ficar atento para também oferecer uma assistência indígena adequada. O plano de enfrentamento à pandemia nas aldeias precisa ser debatido pelo governo do Estado”, enfatizou.

Para concluir, o deputado convidou a população para participar da “Live do Zen” que será realizada nesta quarta-feira (5) às 18h. “Vamos tratar de um tema super atual, vamos falar de fake News. Um verdadeiro crime da era digital, capaz de destruir reputações, prejudicar a vida de muitas pessoas e influenciar de forma direta na política, trazendo graves consequências. Não percam”, concluiu.

Mircléia Magalhães – Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook