Roberto Duarte cobra providências da prefeita de Rio Branco sobre merenda escolar

Roberto Duarte cobra providências da prefeita de Rio Branco sobre merenda escolar

Em pronunciamento na sessão on-line desta terça-feira (2), o deputado Roberto Duarte (MDB) falou da denúncia que recebeu referente a produtos vencidos no depósito da merenda escolar, em uma escola de Rio Branco. O parlamentar disse que o seu assessor foi ao local averiguar a denúncia, juntamente com o assessor do vereador Emerson Jarude, e que os mesmos foram acusados de terem, supostamente, invadido o prédio.

Duarte criticou o aparato policial que foi convocado para atender a ocorrência. “Lá dentro, eles se depararam com a chegada da prefeita e da PM, três viaturas foram enviadas ao local com policiais fortemente armados, sob a acusação de violação. Acontece, que os policiais não conduziram os dois supostos invasores à delegacia. Se não fizeram isso é porque não houve queixa de invasão. Agora, se houve denúncia de invasão e os policiais não levaram os dois houve crime e isso precisa ser investigado”, disse.

O deputado questionou ainda a maneira que a prefeitura conduziu a situação. “Neste caso da merenda escolar, a prefeita chegou ao local filmando. Quem deu publicidade foi a prefeita. Ela chegou ao local no carro, e vinha com sua câmera filmando de dentro do carro, fazendo filmagem de tudo. Quem está fazendo politicagem? ”, indagou.

Para o emedebista, a prefeitura de Rio Branco precisa abrir um inquérito para esclarecer a respeito dos produtos vencidos de merenda escolar. “Isso ficou como pano de fundo para a prefeitura de Rio Branco. A prefeita precisa abrir um inquérito sobre a denúncia, não digo que a culpa é dela, mas ela precisa apurar”, enfatizou.

No grande expediente, o parlamentar respondeu ao discurso do deputado Jenilson Leite (PSB), que saiu em defesa da prefeita. Roberto Duarte apresentou ainda fotos que comprovam a denúncia de que haviam produtos vencidos no depósito. Disse ainda que espera que a prefeita abra uma sindicância para comprovar os fatos.

 “Tenho depoimentos de merendeiras, falas dessas profissionais. Não gostaria de estar tratando desse assunto neste momento, mas nós precisamos fiscalizar. Vamos abrir uma sindicância. Isso é dinheiro nosso. Esse dinheiro está sendo rasgado e jogado fora”, frisou.

Ao criticar Socorro Neri, o deputado elogiou o governador Gladson Cameli (Progressistas), segundo ele, “está de parabéns” pela forma que tratou as denúncias de superfaturamento na compra de itens que seriam entregues pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SEE).

Texto: Mircléia Magalhães
Revisão: Suzame Freitas
Foto: Raimundo Afonso
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook