Deputado José Bestene enaltece decisão de governador em adiar votação da Lei que cria Instituto de Gestão da Saúde

Deputado José Bestene enaltece decisão de governador em adiar votação da Lei que cria Instituto de Gestão da Saúde


O deputado José Bestene (PP) falou durante sessão desta quarta-feira (11) sobre a decisão do governador Gladson Cameli (PP) em adiar a votação da Lei que cria o Instituto de Saúde do Acre para 2020. O parlamentar disse ainda que algumas pessoas mal-intencionadas precisam ter a responsabilidade de não espalharem informações inverídicas, a fim de causar pânico entre os servidores da Saúde.

“Muitas irregularidades aconteceram no passado, o Pró-Saúde, inclusive, serviu de cabide de emprego para pessoas que sequer moravam aqui no Acre. A nova Lei visa regular tudo perante a justiça, mas claro, deve sim ser discutida exaustivamente com o sindicato e, por isso, parabenizo o governador, o presidente desta Casa e todos os demais parlamentares que juntos optaram pelo adiamento dessa votação”, disse.

Bestene seguiu dizendo que as discussões ocorridas dentro do parlamento são normais desde que haja respeito, no entanto, por várias vezes durante reuniões das Comissões ele e colegas da base do governo foram agredidos de forma verbal. Acrescentou ainda que todos têm se esforçado para receber e ouvir as classes trabalhadoras que buscam o Poder Legislativo para mediar algum conflito.

“É normal num parlamento ter oposição e situação e ambas divergirem sobre determinados assuntos. Porém, às vezes, em reuniões somos agredidos verbalmente por fazermos parte da base governista e isso não é aceitável. Fomos eleitos para defender os interesses dos trabalhadores, do povo. Ontem ouvimos os sindicalistas, nos disponibilizamos em ajudá-los, em tirar as dúvidas sobre a Lei. Nós estamos buscando o melhor caminho, afinal, a Saúde do Estado precisa melhorar”, afirmou.

O parlamentar finalizou dizendo que reafirma o apoio do grupo a todos os servidores do Pró-Saúde e que as várias medidas que estão sendo estudadas são para que eles não percam seus empregos. A proposta da criação do Instituto voltará a ser debatida somente após o recesso parlamentar, em 2020.

Texto: Andressa Oliveira
Revisão: Suzame Freitas
Foto: Raimundo Afonso
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook