Daniel Zen destaca incentivos de gestões anteriores para diminuir desigualdades

Daniel Zen destaca incentivos de gestões anteriores para diminuir desigualdades

O deputado Daniel Zen (PT) falou durante a sessão desta quarta-feira (20) sobre o Dia da Consciência Negra. Ele destacou que diferente do atual governo, as gestões passadas priorizavam a inserção dos negros nas faculdades, para dessa forma tentar reparar as desigualdades a um povo que por centenas de anos foi escravizado.

“Em nome do partido que presido, o PT, falo sobre a importância dessa data. Os partidos de esquerda tiveram muitas políticas de cotas. Atualmente a população negra é grande nas universidades graças à implementação de ações afirmativas que asseguram o mínimo de vagas para negros, deficientes e advindos das escolas públicas”, pontuou.

Daniel Zen destacou que 90 milhões de brasileiros se declaram negros e também que 95% da população carcerária no país é negra, o que, de acordo com ele, é um reflexo da falta de oportunidades para pessoas que vivem em áreas precárias. Disse ainda que há muitas opiniões acerca do atual governo, mas uma de suas certezas é a de que tudo piorou.

“Tenho lido muitas opiniões sobre o atual governo, as pessoas dizem que não estava bom, mas não melhorou. Na minha opinião piorou demais, piorou muito. Tem a questão das licitações, a falta de licitação com a Empresa Murano, que tem executado quase todas as obras aqui no Estado, com quem o governo possui um contrato milionário. Ainda suspeito que essa piora seja proposital, para justificar a decretação de um estado de emergência e também contratar empresas sem licitação, beneficiando aqueles que bem desejam”, ajuizou.

Andressa Oliveira
Foto: Raimundo Afonso
Revisão: Suzame Freitas
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook