CPI da Energisa realiza oitiva com presidente da Energisa

CPI da Energisa realiza oitiva com presidente da Energisa


Na tarde desta terça-feira (05), os parlamentares membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa realizaram mais uma oitiva, dessa vez com o diretor-presidente da Empresa de Energia no Estado, José Adriano.

O presidente da CPI, deputado Daniel Zen (PT), iniciou a reunião explicando os procedimentos adotados durante o encontro. Em seguida, passou a palavra ao diretor-presidente da Energisa, José Adriano, que afirmou estar disposto em contribuir com as investigações.

“Eu e minha equipe estamos à disposição da Comissão para atender no que for necessário. Após o leilão, assumimos diversos compromissos e demandas que foram deixadas pela companhia anterior. Agimos com seriedade sempre primando pelo consumidor. Mais do que uma convocação, essa também é uma oportunidade para que eu esclareça dúvidas e satisfaça as questões aqui apresentadas. Irei fazer o meu melhor em relação aos questionamentos e naquilo que não conseguir, reunirei com meus técnicos para sanar todas as dúvidas”, disse José Adriano.

cpi-energisa-01

O deputado Roberto Duarte (MDB) questionou o motivo pelo qual, nos últimos meses, houve um aumento considerado abusivo do kWh de padrões elétricos, afirmando ter enorme quantidade de contas de diferentes consumidores comprovando sua denúncia. José Adriano explicou que o ideal é que se faça uma análise técnica de cada caso, para só então se chegar a uma conclusao plausível, e solicitou que o parlamentar encaminhe cópias dos documentos para serem analisados.

O diretor também foi questionado sobre a troca de medidores que teriam sido feitas sem a presença do dono da residência. Ele alegou que essa é uma ação proibida pela Energisa e que casos como esse devem ser denunciados para que medidas sejam tomadas. Em relação à segurança dos padrões, ponto que também foi levantado pelos parlamentares, Adriano afirmou que todo o sistema metrológico da Empresa foi adquirido lacrado e com selo do Inmetro.

Após finalizados os questionamentos feitos sobre a falta de transparência da Empresa e os elevados valores de cobrança praticados no Acre, foi solicitada uma revisão tarifária extraordinária pra ANEEL. Também será encaminhado à Agência um requerimento solicitando informações sobre a memória de cálculo exemplificativa da planilha de composição dos custos tarifários.

Andressa Oliveira/ Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook