Gehlen Diniz comenta saída de Mônica Feres da Secretaria de Saúde do Acre

Gehlen Diniz comenta saída de Mônica Feres da Secretaria de Saúde do Acre


Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (5), o líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Gehlen Diniz (PP), agradeceu à médica Mônica Feres pelo “bom trabalho” que a mesma realizou no Estado no período em que esteve à frente da pasta da Saúde. O parlamentar disse ainda que a pessoa escolhida pelo governador do Estado para administrar a Sesacre terá o seu apoio.

“Mônica deixou a família no Distrito Federal para vir ajudar o governo. Não deu certo, agora cabe ao governador dar uma resposta à população.  Gladson recebeu a Saúde com muitos problemas que não foram criados em janeiro de 2019. Mas o importante é que estamos trabalhando para solucionar essas dificuldades. Na gestão de Mônica Feres, a Saúde não obteve melhorias e, por este motivo, ela teve que sair.  Creio que tudo entrará nos eixos, o governador tem se empenhado para entregar ao público que o elegeu um serviço de excelência”, disse.

Sobre o projeto de lei que trata da Reforma da Previdência Estadual, o progressista frisou que existe um rombo de cerca de R$ 50 milhões de reais na folha, por conta da previdência. “Rombo esse que foi deixado pelo governo do PT, se nada for feito esse número vai aumentar consideravelmente e isso vai quebrar o Acre. Quero tranquilizar os servidores, pois a alíquota de contribuição não será aumentada como fez o PT quando estava governando”, concluiu.

Texto: Mircléia Magalhães
Revisão: Suzame Freitas
Foto: Raimundo Afonso
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook