Gehlen Diniz afirma que denúncia de Edvaldo Magalhães sobre LOA e PPA é infundada

Gehlen Diniz afirma que denúncia de Edvaldo Magalhães sobre LOA e PPA é infundada


O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Gehlen Diniz (PP), disse na sessão desta quarta-feira (2) que a denúncia feita pelo deputado Edvaldo Magalhães (PC do B), de que o governo do Estado teria enviado a mensagem da Lei Orçamentária Anual (LOA) e do Plano Plurianual de Investimentos (PPA) sem os anexos com o detalhamento das despesas dos demais Poderes, é totalmente infundada.

“Essa denúncia é totalmente infundada. Inclusive, na sessão de ontem, eu disse que os anexos estavam aqui e que os deputados teriam acesso. Fiz também a leitura da mensagem enviada pelo vice-governador Rocha explicando que o PPA e a LOA seriam retirados de pauta porque estavam incompletos. Agora, se o deputado Edvaldo não conseguiu pegar as cópias a culpa não é minha, tampouco do governo, querer que pegue as cópias das propostas e jogue no colo dele também já é demais”, ironizou.

O progressista reagiu ainda às críticas da oposição contra a Secretária de Saúde, Mônica Feres. “Quero deixar bem claro, nesta tribuna, que Mônica Feres é servidora do DF e está cedida ao governo acreano. Ela não está tirando plantões em Brasília como estão dizendo por aí, isso não procede”, explicou o deputado.

Texto: Mircléia Magalhães
Revisão: Suzame Freitas
Foto: Raimundo Afonso
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook