Deputado Jenilson Leite afirma que suspensão da greve da Saúde foi uma traição do governo

Deputado Jenilson Leite afirma que suspensão da greve da Saúde foi uma traição do governo


O deputado Jenilson Leite (PSB) voltou a se pronunciar durante sessão desta terça-feira (17) sobre a greve dos servidores da Saúde, que foi suspensa devido a uma decisão judicial. O parlamentar disse que o sentimento entre os trabalhadores para com o governo é de revolta e traição.

“Acerca da greve, houve a suspensão jurídica, mas há um sentimento de revolta e traição por parte dos servidores ao governo, pois o Executivo entrou na justiça contra a greve sem mesmo oferecer um dos pontos que tanto defendeu no período eleitoral”, disse.

Jenilson seguiu dizendo que quando o governo optou por trazer uma equipe de fora para gerenciar uma importante pasta como a Saúde, o que os trabalhadores esperavam eram resultados concretos e tratamento humanizado, no entanto, o que temos visto são sucessivos erros.

“O que esperávamos para além da gentileza, eram resultados concretos, mudanças de rumo e melhorias, mas a cada dia está claro que a atual secretária, além de não ter habilidade política, não tem competência técnica para gerenciar a pasta. Ela não consegue resolver o básico”, criticou.

O parlamentar finalizou seu discurso falando sobre os problemas enfrentados em hospitais do interior e no Pronto Socorro da capital. De acordo com ele, toda essa situação é a maior prova de que a equipe de gestores da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), além de desrespeitar os servidores, não possui competência.

“Na Maternidade de Tarauacá falta água, o Hospital de Brasileia raciona alimentação para os plantonistas, no hospital de Assis brasil faltam médicos, enfermeiros, técnicos, material hospitalar. No Pronto Socorro da capital só é permitido entrar pela porta de emergência, pois as outras passagens estão no cadeado. Tudo isso são demonstrações de que além dessa equipe desrespeitar os servidores, não tem competência de resolver os problemas nas unidades. Os sindicatos estão aguardando um posicionamento do governador”, concluiu.

Texto: Andressa Oliveira
Revisão: Suzame Freitas
Foto: Raimundo Afonso
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook