CPI dos Consignados é instalada na Assembleia Legislativa do Acre

CPI dos Consignados é instalada na Assembleia Legislativa do Acre


Logo após sessão ordinária dessa quinta-feira (05) os parlamentares se reuniram para instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Consignados. Durante a reunião foram escolhidos os membros que irão ocupar a presidência e relatoria do grupo. A CPI foi proposta pelo primeiro secretário da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Luiz Gonzaga (PSDB), e apresentada pelo líder do governo, José Luís Tchê (PDT).

O deputado Luís Tchê disse que cerca de 60% da folha de pagamento do Estado, equivalente a R$ 90 milhões, fica retida nos bancos devido ao elevado número de empréstimos consignados. E que os servidores públicos têm boa parte de seus respectivos salários comprometidos.

A CPI vai abrir uma investigação para apurar a concessão de empréstimos consignados a servidores do Estado, com o intuito de melhorar a vida desses trabalhadores que muitas vezes são ludibriados com propostas apresentadas pelas agências. Outro ponto discutido é como esse fator tem prejudicado a economia, uma vez que um grande percentual deixa de ser aplicado no comércio.

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) será o presidente e o relator o deputado Roberto Duarte (MDB). “Agradeço a confiança de todos que me escolheram para presidir essa CPI. Esse é um tema que tem muitos pontos a serem discutidos, temos um trabalho grande pela frente”, disse Edvaldo Magalhães.

A primeira reunião da CPI está marcada para terça feira (10), onde serão discutidas as etapas de investigações. O encontro será realizado na sala de reuniões do Poder Legislativo.

Membros titulares da Comissão: Wagner Felipe (BPL), Edvaldo Magalhães (PCdoB), Chico Viga (PHS), Antônio Pedro (DEM), Roberto Duarte (MDB).

Texto: Mircléia Magalhães
Revisão: Suzame Freitas
Foto: Raimundo Afonso
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook