Deputado Edvaldo Magalhães afirma que Gladson desrespeita sua própria base na Aleac

Deputado Edvaldo Magalhães afirma que Gladson desrespeita sua própria base na Aleac


O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) criticou duramente a postura do governador Gladson Cameli (PP), que, de acordo com ele, em uma entrevista com menos de 10min cometeu inúmeros erros e desrespeitou o Poder Legislativo.

“Ontem, não sei orientado por quem, o governador cometeu erros inadmissíveis em menos de 10min de entrevista. Ele conseguiu espatifar o que o líder dele aqui na Aleac, num grande esforço procurou juntar. Em menos de 10min de coletiva, ele expulsou de forma definitiva o deputado Roberto Duarte da base do governo. Essa foi a parte que me deixou feliz. Seja bem-vindo à oposição, Roberto”, disse.

O parlamentar seguiu apontando os erros cometidos pelo chefe do executivo durante a entrevista. Ele citou a atitude do governador em convidar os deputados de base que nunca viajaram de jatinho, para dar uma volta em um. Falou também que Gladson colocou em suspeição os atos da Mesa Diretora da Aleac.

“O governador colocou a base dele numa saia justa ao pôr em dúvida a lealdade dos seus integrantes. Para piorar, ele ainda os diminuiu mais ao convidar aqueles que nunca entraram num jatinho para dar uma volta. Como se fosse pouco, ele colocou em suspeição os atos da Mesa Diretora desta Casa. Mas a parte mais difícil foi não respeitar sequer o próprio sangue, ao desmoralizar o deputado Nicolau Júnior como presidente deste Poder”, criticou.

Magalhães ressaltou ainda que ao dizer que não repassaria os R$ 700 mil estimados para verba de suplementação da Aleac, Gladson Cameli colocou em xeque a autonomia do Poder Legislativo, pois deixou pairar no ar que o montante seria utilizado para beneficiar deputados, o que ele afirma não ser verdade.

“Ele desrespeitou completamente este Poder. Ninguém aqui está pedindo dinheiro para benefício de deputado nenhum, esse valor acrescido não seria necessário se a verba fosse estimada no valor correto, mas eles baixam o repasse justamente para que as instituições necessitem pedir mais. A suplementação orçamentária nada mais é do que o direito que se tem no orçamento do Estado e ponto final”, concluiu.

Texto: Andressa Oliveira
Revisão: Suzame Freitas
Foto: João Simão
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com