Nicolau Júnior destaca sucesso da 2ª edição do Programa Jovem Parlamentar

Nicolau Júnior destaca sucesso da 2ª edição do Programa Jovem Parlamentar


Acontece nesta sexta-feira (12) nas Escolas Públicas de Nível Médio de Rio Branco, a eleição dos 24 estudantes que irão participar do Programa Jovem Parlamentar (JPA). Os estudantes eleitos irão vivenciar por 8 meses, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), a simulação da jornada parlamentar.

O programa foi desenvolvido pela Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), por meio da Escola do Legislativo, em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TER) e a Secretaria de Educação. Ele foi criado através de um projeto de resolução de autoria do deputado Daniel Zen (PT) com o objetivo de fazer com que os jovens vivenciem o processo político democrático acreano.

O processo de eleição acontece em 24 escolas com o apoio do TRE que instalou em cada uma das unidades de ensino uma urna eletrônica. Os fiscais da eleição são servidores da própria Escola do Legislativo e da Secretaria de Educação.

O presidente do Poder Legislativo, deputado Nicolau Júnior (PP), destacou a importância do JPA. “Fico feliz em saber que os alunos de escolas públicas poderão vivenciar todo o processo dos trabalhos legislativos, será de fato uma experiência única para cada um deles. Desejo sorte aos que forem escolhidos, espero que aproveitem cada minuto desse processo”, enfatizou.

Para a eleitora da Escola Rodrigues Leite, Kauanny Augusta de Souza, o programa é uma oportunidade única para os estudantes. “O candidato que eu escolhi para me representar no Poder Legislativo fez uma campanha muito bacana, gostei muito das propostas dele. Ele se comprometeu em realizar ações que beneficiem a nossa escola. Então resolvi dar um voto de confiança para ele. O JPA é um projeto incrível, poder acompanhar de pertinho as atividades legislativas é positivo demais para nós estudantes”, disse.

O candidato Euzébio de Oliveira, 15 anos, frisou que viu no projeto a oportunidade de ajudar de alguma forma a Escola. “Me candidatei porque o meu objetivo de fato é ajudar a minha escola. Essa vai ser a minha prioridade no parlamento acreano, os meus eleitores estão contando com isso. Se eleito, também vou me aprofundar mais sobre a política, um tema importante que precisa estar sempre em discussão”, salientou.

A candidata Laisa Emili Bezerra Lima, moradora da Estrada do Mutum na zona rural de Rio Branco, também destacou a importância do programa. “Se eu for eleita vai ser muito mais cansativo, mas estou querendo muito viver essa experiência. Eu saio muito cedo de casa para poder chegar no horário certo na escola e confesso que tudo vale muito a pena. Estou ansiosa pelo resultado, fiz uma campanha positiva, quero muito ganhar. Como jovem parlamentar, vou trabalhar em ações voltadas para o esporte, estamos precisando trabalhar mais nessa área”, disse.

Depois de eleitos, os 24 jovens parlamentares serão diplomados e empossados na Aleac pelo próprio TRE, numa sessão à parte, prevista para início de agosto, e terão mandato de 8 meses na Assembleia Legislativa, sob a Coordenação da Escola do Legislativo.

Os estudantes escolhidos vivenciarão os trabalhos de um parlamentar estadual por quatro meses, aprendendo sobre o funcionamento das sessões ordinárias e solenes, comissões, audiências públicas, elaboração das proposições e processo legislativo.

O presidente Nicolau Júnior nomeará uma Comissão Executiva composta por servidores e deputados, encarregada de implementar todos os procedimentos necessários para a realização das sessões do JPA, no Poder Legislativo.

Como a maioria desses jovens são pessoas de baixa renda e muitas vezes deixam de participar das reuniões na Aleac, cada deputado estadual adotará um aluno, dando-lhe uma contribuição mensal para ajudar com o lanche e o transporte coletivo, enquanto durar o mandato dos JPAs.

Texto: Mircléia Magalhães
Revisão: Suzame Freitas
Foto: Raimundo Afonso
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com