Jenilson Leite pede atuação de policiais em regiões de fronteiras do Acre

Jenilson Leite pede atuação de policiais em regiões de fronteiras do Acre


Preocupado com o aumento da criminalidade no Estado, o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Jenilson Leite (PC do B), apresentou na sessão desta quarta-feira (19) uma indicação ao Governo do Estado para que o mesmo disponibilize um quantitativo dos operadores de segurança da Polícia Civil e da Policia Militar aprovados e convocados no último concurso para atuar na região de fronteira do Acre.

O oposicionista frisou que os crimes fronteiriços precisam ser combatidos de maneira firme no sentido de frear a criminalidade, sobretudo, os crimes de tráfico de drogas que, segundo ele, são os que fomentam os demais crimes.

“Peço que o governador disponibilize um quantitativo significativo dos policiais aprovados no último concurso para atuar nas nossas regiões de fronteira. Vivemos hoje uma grande guerra dentro do Estado relacionada ao uso de entorpecentes, a comercialização de drogas. Se faz necessária a atuação da polícia para que realize ações no sentido de identificar e combater os crimes transfronteiriços”, disse.

O parlamentar destacou a importância da realização de blitz nessas regiões. “Quando vamos a Assis Brasil ou Brasiléia, percebemos que não há uma fiscalização devida na rodovia. Se faz necessária a realização de incursões e blitz no sentido de identificar e prender pessoas em débito com a justiça, além de coibir o tráfico de drogas e crimes transfronteiriços na região. Essas ações visam combater de forma contundente a criminalidade na região de fronteira”, enfatizou.

Jenilson Leite comentou, ainda, o resultado da pesquisa divulgada pelo Instituto Real Time Big Data que avaliou o governo de Gladson Cameli (PP). “A aprovação real do governo Gladson é de 37%, bem abaixo dos 57% que o elegeu. Houve na verdade uma queda de 16 pontos com relação a votação que ele obteve nas últimas eleições. Caiu muito. Em minha opinião, é bastante complicado colocar uma pesquisa elevando a popularidade do governador num momento em que o Estado clama por melhorias em diversos setores. A verdade é que tudo que o governador disse que ia fazer ainda não fez”, salientou.

Texto: Mircléia Magalhães
Revisão: Suzame Freitas
Foto: João Luiz Simão
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook