Edvaldo Magalhães questiona Aneel por não fazer leilão para municípios isolados do Acre

Edvaldo Magalhães questiona Aneel por não fazer leilão para municípios isolados do Acre


Em pronunciamento na sessão desta quarta-feira (12), o deputado Edvaldo Magalhães (PC do B) disse que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) fez uma “crueldade” com os municípios isolados do Estado do Acre. Segundo o oposicionista, ao realizar o leilão de venda da extinta Eletroacre, o órgão esqueceu de realizar um outro leilão para beneficiar os municípios do interior do estado.

“Passou dezembro, janeiro, fevereiro, março, abril e só agora, no final de maio, a Energisa manda um ofício para a Aneel dizendo que esqueceram de fazer um leilão beneficiando os municípios isolados. Em razão da perda do prazo, a Energisa resolveu ampliar o prazo de renovação das termelétricas e decidiu renovar por 36 meses com base no contrato”, frisou.

Ainda de acordo com o oposicionista, o erro da Aneel vai beneficiar as duas empresas. “A prorrogação desse prazo servirá para eles ganharem mais dinheiro. Como a empresa não detectou que os contratos teriam prazo de vencimento? Aqui não tem ninguém besta. Existe um conluio entre a Aneel e a Energisa de prolongar por mais 36 meses a negociação, aí todo mundo fica bem, e quem paga a conta é o consumidor.  Nesse processo, o rabo é de coelho, o nariz é de coelho, mas é rato. Vamos por luz no processo da CPI e verificar os contratos dos municípios isolados”, enfatizou.

Texto: Mircléia Magalhães
Revisão: Suzame Freitas
Foto: Raimundo Afonso
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com