Calegário diz que mudança na gestão da Saúde comprova a desgovernabilidade de Gladson Cameli

Calegário diz que mudança na gestão da Saúde comprova a desgovernabilidade de Gladson Cameli


O deputado Fagner Calegário (PV) foi um dos parlamentares que se manifestaram a respeito da saída de Alysson Bestene da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O mesmo foi destituído do cargo pelo governador Gladson Cameli (PP), na última segunda-feira (3), e será substituído pela médica pediatra Mônica Feres. O parlamentar disse ter ficado surpreso com a exoneração de Alysson Bestene.

“Fiquei surpreso com a exoneração dele. Agiram de forma sorrateira e puxaram o tapete de Alysson Bestene. Não dá para entender. Um dia o governador mostra ações positivas do setor e no outro dá demonstrações de pura desgovernabilidade, de ingerência. É vergonhoso demais ver a forma como os secretários de Estado vêm sendo tratados neste governo. Gostaria muito de me solidarizar com o Alysson, e olha que eu não tenho nenhum vínculo com ele”, frisou.

Segundo o deputado, a nova gestora da Saúde terá muitos problemas para resolver. “Um dos problemas é a falta de medicamento para o tratamento dos portadores do vírus da Hepatite, ela já assume a pasta com essa difícil missão”, salientou.

Para concluir, o deputado Calegário falou da agenda que cumpriu no último final de semana em Epitaciolândia. “Participei de uma agenda no município a convite do Imac, e fiquei muito contente com o que encontrei na cidade. Na ocasião, mais de 160 licenças ambientais foram entregues pelo órgão, o que possibilitará aos produtores o acesso ao crédito em agências como Basa e Banco do Brasil. Uma ótima notícia, dessa forma a economia do município começará a caminhar”, finalizou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook