Edvaldo Magalhães cobra do governo assinatura de Subvenção que garante recursos para Lar dos Vicentinos de Cruzeiro do Sul

Edvaldo Magalhães cobra do governo assinatura de Subvenção que garante recursos para Lar dos Vicentinos de Cruzeiro do Sul

Edvaldo Magalhães cobra do governo assinatura de Subvenção que garante recursos para Lar dos Vicentinos de Cruzeiro do Sul

Em pronunciamento na sessão desta quarta-feira (15), o deputado Edvaldo Magalhães (PC do B) se solidarizou com os gestores públicos que acompanhavam a sessão no salão Marina Silva. Eles vieram à casa legislativa buscar apoio dos parlamentares para intermediar o canal de diálogo com a Secretaria de Gestão Administrativa (SGA).

“Os gestores vieram a esta Casa para tratar de uma pauta inédita, eles não vieram tratar sobre reajuste salarial, vieram apenas pedir a nossa ajuda para serem recebidos pela secretária de Gestão Administrativa, Maria Alice. Eles só querem conversar. Isso é muito estranho porque foi dito que servidor público não seria perseguido, que eles seriam ouvidos, escutados e não é isso o que está acontecendo”, pontuou.

O parlamentar destacou ainda, a importância dos gestores públicos para o Estado. “A mobilização que eles fizeram aqui no dia de hoje já surtiu efeito. O líder do governo também conversou com vocês e já garantiu que a secretária fará a abertura das primeiras conversas. Menos mal, porque sem esses profissionais de políticas públicas a gente não consegue construir nada numa gestão”, enfatizou.

Outro assunto abordado pelo oposicionista, foi com relação à Fundação Dom José Hascher – Lar dos Vicentinos de Cruzeiro do Sul que, de acordo com ele, está enfrentando grandes dificuldades financeiros e ameaça fechar as portas por falta de repasse do governo do Estado.

O parlamentar frisou que para não fechar as portas, a própria instituição tem arcado com todas as despesas, principalmente, o pagamento dos salários dos servidores. “O Lar dos Vicentinos de Cruzeiro do Sul está fazendo esforços tremendos para manter suas portas abertas e honrar a folha de pagamento dos profissionais contratados. Quero fazer um apelo para os deputados que representam o Vale do Juruá nesta Casa, esse problema precisa ser resolvido o mais rápido possível”, disse.

Edvaldo Magalhães apresentou ainda, uma indicação solicitando do governo do Acre providências imediatas para o problema. Ele salientou que o Termo de Subvenção Social feito entre a Fundação Dom José Hascher e a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) não foi assinado, mesmo tendo sido pactuado junto ao governador Gladson Cameli (PP) e ao Secretário de Saúde, Alysson Bestene, diante da aprovação do Plano de Trabalho apresentando.

“A Assinatura do termo e o repasse do recurso acordado são imprescindíveis para que a instituição normalize sua situação financeira do Lar dos Vicentinos de Cruzeiro do Sul. Nós fizemos um debate extenso sobre a Subvenção nesta Casa, aprovamos o PL e o governo disse que repetiria os convênios do mesmo tamanho que eram adotados ano passado, e agora decidiram reduzir o valor que já é pequeno. Será que vai ser preciso os velhinhos fecharem uma ladeira de Cruzeiro do Sul para esse documento ser assinado? ”, questionou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com