Eliane Sinhasique defende pagamento de salário extra a aposentados do Estado afetados pela alagação

eliane250315A deputada Eliane Sinhasique (PMDB) voltou a defender o pagamento de um salário extra aos funcionários públicos aposentados do Estado, nos mesmos moldes da Previdência Social. A justificativa seria de que muitos servidores perderam seus bens nessa alagação. “O Acreprevidência tem um saldo positivo de R$ 280 milhões. O Estado precisa fazer a sua parte e faça, nos mesmos moldes do INSS. Os aposentados que sofreram com a alagação não estão tendo esses benefícios”, disse a deputada.

A parlamentar pontuou que foi repassado a ela que o Acreprevidência teria um saldo positivo de R$ 280 milhões. Diante dessa informação, Sinhasique pediu que o Executivo analisasse a possibilidade desse pagamento. “Este é um momento de se provar que o Acreprevidência é superavitário”, salientou.

Eliane Sinhasique relatou, ainda, o caso do senhor Francisco Nilo, um empresário de vassouras fabricadas a partir de garrafas pet. A deputada disse que o empresário enfrenta dificuldades para renegociar um financiamento feito junto ao BNDES, no valor de R$ 15 mil. Ela frisou que se sente entristecida, pois somente os grandes empresários conseguem obter a revisão de dívidas.

“O estoque de garrafas pet do senhor Francisco Nilo a água levou. Ele está tendo dificuldades para pagar uma parcela do BNDES. Ele está sem renda. Não consegue renegociar essa dívida”, pontua.

Quanto aos esclarecimentos acerca da reconstrução da pista do aeroporto de Jordão prestados pelo deputado Daniel Zen (PT), que pediu um estudo técnico para avaliar a qualidade dos insumos utilizados na obra, Eliane Sinhasique baseou sua fala no que diz a Associação Brasileira dos Produtores de Cal, que afirma que nenhum cimento com mais de 90 dias está apropriado para ser utilizado em obras. Segundo ela, o cimento utilizado na pista de Jordão estava com data de validade vencida.

Sinhasique falou ainda sobre a decisão do juiz federal Jair Facundes que desindicia os citados na Operação G7. A parlamentar disse que os deputados petistas se precipitaram ao comemorar a decisão, pois, de acordo com a nota pública expedida pelo magistrado, a decisão não inocenta ou condena os citados.

“Ninguém foi absolvido. Ele não absolveu absolutamente ninguém. Querem passar uma imagem de vítimas. Fica parecendo que todos os presos em maio eram mártires. Que não há o menor indício de corrupção no governo. O fato é que o G7 não terminou. Não vou apontar o dedo pra ninguém. O caso não está resolvido. O Judiciário ainda vai dar a sentença.”, cita Sinhasique.

A peemedebista questionou o não pagamento de fornecedores que mantêm contratos com o Estado. Ela criticou a elaboração do orçamento estadual. “Esse orçamento está sendo muito mal feito no nosso entendimento”, concluiu.

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com