Tchê denuncia nova pirâmide financeira no Estado

Tchê denuncia nova pirâmide financeira no Estado

O deputado Luís Tchê (PDT) denunciou durante a sessão desta quarta-feira (20) a formação de uma nova pirâmide financeira, que tem como principal gestor um líder religioso. O parlamentar pediu que autoridades competentes e polícia façam algo para brecar o crescimento da pirâmide, evitando assim que muitas pessoas percam seus bens com promessas de lucros exorbitantes.

O pedetista iniciou seu discurso falando: “Mãos ao alto, é um assalto! Tem uma nova pirâmide financeira atuando no Acre”. A empresa a qual o deputado se refere se chama RCC Alimentos e promete o lucro de R$ 100 mil em bônus para quem indicar consumidores dos produtos da empresa. Ele alega que a mesma atua de forma semelhante à Telexfree, que levou milhares de pessoas a perderem dinheiro e até bens imóveis.

“Entendam, para se ganhar dinheiro só existe uma forma: trabalhando. Meu avô já dizia isso. A Telexfree causou um estrago enorme na vida de muitas pessoas. Esse líder religioso, querendo se valer do dinheiro dos outros, agora também traz essa RCC Alimentos, prometendo coisas absurdas. Não caiam nessa! Não apliquem dinheiro nesse tipo de coisa, uma hora ou outra o prejuízo será de vocês e esses caras fogem com o dinheiro de todos. Pirâmide financeira não se sustenta por muito tempo”, alertou.

Tchê pediu que autoridades competentes e polícia ajam o quanto antes, a fim de evitar que os mesmos problemas causados pela Telexfree voltem a acontecer. Disse ainda que muitos líderes religiosos se escondem atrás de bíblias para fazer mal às pessoas, usurpando o dinheiro delas.

“As autoridades precisam agir antes que mais pessoas sejam enganadas. Isso é uma completa falácia! Da outra vez eu alertei meus colegas, discursei na tribuna, mas infelizmente muitos caíram no conto do vigário. Alguns líderes religiosos, pessoas que se escondem atrás de uma bíblia para fazer o mal, estão ludibriando a população num momento tão difícil que ela está vivendo. Vão enganar de Rondônia para lá, aqui não! ” Concluiu.

Andressa Oliveira
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook