Deputado Jenilson Leite se reúne com lideranças comunitárias para debater aumento da tarifa de energia

Deputado Jenilson Leite se reúne com lideranças comunitárias para debater aumento da tarifa de energia

Na manhã desta terça-feira (18) o deputado Jenilson Leite (PCdoB) se reuniu com lideranças comunitárias para tratar do aumento na tarifa de energia do consumidor acreano de 21,29%. O diretor-presidente da Energisa no Acre, José Adriano de Souza Mendes, também foi convidado pelo parlamentar para participar do encontro, mas não compareceu.

Ainda durante o encontro, o parlamentar falou sobre a ação cível que será ajuizada na Justiça pelas Defensorias Públicas do Estado e da União, pedindo a suspensão do reajuste da conta de energia elétrica dos consumidores acreanos. As defensorias alegam que tanto a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) quanto a Energisa não teriam realizado uma audiência pública para comunicar o reajuste à população.

Ainda segundo as defensorias, isso teria comprometido a transparência do processo, já que não houve divulgação do procedimento. “Entramos com essa ação na Justiça Federal por entendermos que houve irregularidades no processo, a população foi pega de surpresa, todos nós. Aqui no Norte a energia já é tão cara e esse aumento afeta principalmente a população mais carente. Por esses motivos, e por não ter havido nenhuma audiência pública para discutir o aumento, nós ingressamos com essa ação pública”, explicou a defensora Larissa Rocha.

Para a presidente da Federação das Associações de Moradores do Acre (Famac), Terezinha Santana, os consumidores do Acre estão sendo saqueados. “Nós estamos pedindo socorro, o que a Energisa está fazendo com o povo do Acre é um absurdo, nós não podemos nos calar. E o pior é que existe a previsão de um novo aumento para 2019, com o salário mínimo que ganhamos como vamos pagar essa conta? Nós do movimento comunitário vamos colocar o povo na rua, vamos convocar toda a população, todos devem abraçar essa causa”, disse.

Lamentando a ausência do diretor-presidente da Energisa, mas o deputado Jenilson Leite reforçou o compromisso de se juntar ao movimento. Segundo ele, é importante que a população acreana demonstre sua insatisfação com o aumento.

“A Energisa assumiu com a promessa de baratear as taxas e melhorar o serviço e olha o que eles fizeram, aumentaram a tarifa de energia que já é uma das mais caras do país, isso é um absurdo. O diretor da empresa não quis nem vir aqui para nos dar uma explicação. Mas tudo bem. Eu vou hoje ainda juntamente com os defensores Celso e Larissa protocolar essa ação cível no Tribunal de Justiça, nós temos que demonstrar a nossa insatisfação. A Energisa, mesmo se tratando de uma empresa privada, tem que respeitar os acreanos. Depois vamos entrar com uma ação contra a venda da Eletroacre”, disse.

O parlamentar sugeriu ainda a realização de uma manifestação em frente ao prédio da Energisa. “Quero propor que façamos um dia de paralisação em Rio Branco, que nos mobilizemos em frente a empresa para a realização de uma manifestação pacífica. Vamos nos reunir nos próximos dias para acertamos a data da paralisação”, frisou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com