Deputado Gehlen Diniz reafirma sua candidatura à presidência da Aleac

Deputado Gehlen Diniz reafirma sua candidatura à presidência da Aleac

O deputado Gehlen Diniz (PP) falou em seu discurso desta terça-feira (18) que é candidato à presidência da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). O parlamentar, que foi reeleito para seu segundo mandado, disse que conversou com o governador eleito, Gladson Cameli, (PP) e o mesmo o encorajou a prosseguir com sua candidatura.

Gehlen Diniz irá concorrer à presidência com Jenilson Leite (PCdoB) e Nicolau Júnior (PP), que também colocaram seus nomes na disputa. Ele convidou os colegas parlamentares a lhe apoiarem e falou sobre a conversa que teve com Gladson Cameli sobre o assunto.

“Logo após a eleição eu comecei a cogitar a hipótese de disputar a presidência da Mesa Diretora da Aleac e recebi algumas declarações de apoio e também orientação para ouvir a opinião do governador eleito. Foi o que eu fiz, expus o meu desejo e o mesmo disse que gostaria muito que o futuro presidente fosse do PP e que os interessados deveriam se articular para angariar votos. Consegui montar uma base sólida de pessoas que nutrem respeito pela minha pessoa e estou aqui reafirmando minha candidatura”, destacou.

Gehlen Diniz agradeceu aos colegas pelo apoio que tem recebido e pediu desculpas se em algum momento durante esta legislatura foi ríspido com alguém. Ele também destacou o excelente trabalho que o presidente da casa, Ney Amorim, tem feito à frente da Mesa Diretora.

“Independente de cores partidárias, quero expor meu respeito e amizade por cada parlamentar que esteve ao meu lado, trabalhando nesta legislatura. Peço desculpas aos colegas que, porventura, no momento do debate eu tenha proferido alguma palavra mais ríspida. Desejo boa sorte a todos e me coloco à disposição. Parabenizo o presidente Ney Amorim, por ter conduzido os trabalhos na Aleac de forma tão diplomática e ética com todos, sempre respeitando o espaço de cada um”, disse.

Gehlen destacou que ainda não alcançou o número de votos suficientes para ser eleito presidente, mas que tem trabalhado essa hipótese e se articulado, inclusive, com os novos parlamentares que assumirão em 2019. “Reafirmo que sou candidato a presidente da Aleac e não irei desistir. Se Deus quiser, dia 1° de fevereiro estaremos aqui e como opção, já pedindo o voto de todos”, finalizou.

Andressa Oliveira
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com