Deputado Heitor Júnior demonstra preocupação com aumento de crimes contra mulheres no Acre

Deputado Heitor Júnior demonstra preocupação com aumento de crimes contra mulheres no Acre

Na sessão desta terça-feira (27), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), o deputado Heitor Júnior (PODE) falou sobre o aumento do número de ‘feminicídios’ no Acre. O feminicídio, que é o homicídio resultado de violência doméstica ou misoginia, atualmente está sendo abordado como tema emergencial pela segurança pública e em entidades jurídicas.

O parlamentar frisou que o Acre registrou mais casos nos últimos meses que os Estados do Amapá, Goiás, Roraima, Maranhão e Sergipe. “Os casos tomaram uma proporção desagradável no Estado, é o que apontam dados registrados pelo Ministério Público do Acre. O número de homicídios de mulheres cresceu significativamente em todo o Brasil e infelizmente no Acre o cenário não muda muito, principalmente os decorrentes de agressões e práticas abusivas contra as mulheres”, disse o deputado.

No Acre, entre a metade do primeiro semestre do ano de 2016 e o primeiro semestre de 2017, 33 casos foram apurados junto ao MPAC, incluindo denúncias, investigações em curso e outras categorias, produzindo um número preocupante. Preocupado com os dados, o pedetista pediu o apoio da sociedade civil organizada para combater as agressões contra as mulheres. O deputado parabenizou ainda o Ministério Público estadual pelas ações realizadas de combate ao feminicídios.

“Algumas entidades estão fazendo movimentações para combater a violência conta a mulher, mas estão abaixo das expectativas. A sociedade civil precisa se juntar, precisa entrar nesse combate, nos precisamos nos organizar. Parabenizo o MP pelas ações que estão sendo realizadas para conter essa onda de violência contra a mulher, isso precisa acabar”, finalizou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Facebook