Deputado Nelson Sales critica PL que garante segurança de Tião Viana após término de mandato

Deputado Nelson Sales critica PL que garante segurança de Tião Viana após término de mandato

Na sessão desta quinta-feira (1º) o deputado Nelson Sales (PP) classificou como “indecência” o projeto de lei enviado pelo governador Tião Viana (PT) à Assembleia Legislativa do Estado Acre, que pretende estender a proteção para os chefes dos três poderes, mesmo depois destes terem deixado os cargos. A proposta chegou à Aleac sob a nomenclatura de “Projeto de Lei 69/2018”, e veio sob a égide de uma ação conjunta dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

O texto da lei assegura a manutenção da segurança institucional aos chefes do dos três poderes por 36 meses (três anos) após o término do mandato e as autoridades deixarem o cargo. Para o progressista, o PL também é um desrespeito ao Poder Legislativo.

“Esse PL que Tião Viana mandou para esta casa é uma indecência. O cidadão comum tem segurança, esse governo acabou com o policiamento nas escolas, nos postos de saúde, e agora quer garantir sua segurança pessoal, isso é um absurdo. Isso é uma falta de respeito com este poder, mais uma chacota. É o último bote que ele quer dá”, disse.

Segundo o oposicionista, Tião Viana estaria agindo com ‘esperteza’ ao colocar o Judiciário e o Legislativo em primeiro lugar no projeto. “Quando a gente vive um novo momento no Brasil e no Acre com relação ao combate a corrupção e aos privilégios, o governador manda um projeto desse, desrespeitando, inclusive, a sua base nesta casa. Sem falar que os policiais trabalham sem farda, munição, colete e combustível”, salientou.

Para concluir, Nelson Sales destacou que o efetivo policial do gabinete do governador é maior que o de Santa Rosa. “Isso não é novidade, não é? Tem mais policial fazendo a segurança de Tião Viana do que da população de Santa Rosa. Se ele enviar esse projeto novamente para esta casa nós vamos votar contra, e se ele insistir nós vamos esvaziar o plenário. Se não houver consenso é isso que nós vamos fazer, nós não vamos aturar nessa reta final as espertezas de Tião Viana”, concluiu.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com