Deputada Eliane Sinhasique diz que governo do Estado burla Lei de Responsabilidade Fiscal

Deputada Eliane Sinhasique diz que governo do Estado burla Lei de Responsabilidade Fiscal

Em pronunciamento na sessão desta quarta-feira (22) a deputada Eliane Sinhasique (MDB) comentou a entrevista concedida pelo candidato ao governo do Estado pelo Partido dos Trabalhados, Marcus Alexandre, a um site de notícias local. A oposicionista questionou a afirmação feita pelo candidato de que os governos do PT inverteram a lógica da economia do contracheque nos últimos 20 anos de administração petista.

Segundo a parlamentar, as administrações petistas no Acre estariam usando empresas para fazer a contratação de servidores com a intenção de burlar a Lei de Responsabilidade Fiscal. “Uma coisa me chamou atenção na sabatina do ac24horas ao candidato Marcus Alexandre, quando ele disse que 60% do faturamento era do contracheque e que apenas 40% era da iniciativa privada e que os governos do PT inverteram essa lógica”, destacou a deputada.

Para a deputada, há uma deturpação dessa informação repassada por Marcus Alexandre. “O governo petista para burlar a Lei da Responsabilidade Fiscal contrata mão de obra através de mais de 50 empresas terceirizadas, ou seja, não se investiu no fortalecimento das empresas e no setor produtivo e na desburocratização da vida dos empresários. O único incentivo ao setor empresarial foi a abertura de empresas para terceirizar mão de obra”, enfatizou.

Ainda de acordo com a emedebista, o governo petista nada faz para estimular a inciativa privada. “Vinte anos depois que estão massacrando todo mundo vem Marcus Alexandre e afirma que vai fazer diferente. Todos os órgãos públicos têm mão de obra terceirizada. O governo continua sendo o maior empregador e não adianta tentar maquiar dados e fingir que os milhares de funcionários de empresas terceirizadas que fazem limpeza, recepcionam e fazem vigilância não são pagos pelo Estado”, complementou.

Para concluir, Eliane Sinhasique disse ainda que o governo do Estado faz de tudo para ver o empresariado humilhado. “Eles nunca investiram no setor produtivo do Estado e ainda fazem questão de atrapalhar quem quer investir. Esse governo quer ver o empresariado humilhado, não fazem nada para facilitar a vida deles. Antes do PT assumir o governo as empresas vendiam a mercadoria para depois pagar os impostos. Hoje os empresários pagam os impostos antecipadamente e com a corda no pescoço”, disse.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com