Deputado Lourival Marques diz que PT está confortável com resultado da pesquisa Delta

Deputado Lourival Marques diz que PT está confortável com resultado da pesquisa Delta

O líder do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Lourival Marques, comentou na sessão desta terça-feira (5) a pesquisa da Agência Delta, que foi divulgada na última segunda-feira (4) pela TV Gazeta e sites locais, mostrando os percentuais de intenções de votos na disputa majoritária no período pré-eleitoral no Acre.

De acordo com a pesquisa, o pré-candidato ao governo do Estado Gladson Cameli (Progressistas) aparece com 36,08%, e Marcus Alexandre do PT vem logo atrás com 31,41%. Na terceira colocação, o pré-candidato Coronel Ulysses Araújo (PSL) registra 5,83% da preferência. Depois aparecem: Janaína Furtado (Rede) com 1,91%, Lyra Xapuri (PRTB) com 0,41% e David Hall com 0,33%.

Lourival Marques frisou que a Frente Popular se sente confortável com o resultado da pesquisa. “Nós, do PT, nos sentimos muito confortáveis com relação aos números uma vez que o nosso pré-candidato, Marcus Alexandre, está há apenas dois meses visitando os municípios. Saber que ele está tão bem assim nos orgulha muito. E é dessa forma que vamos continuar trabalhando. Hoje Marcus estará em Sena Madureira ouvindo a população, e amanhã seguirá para Acrelândia. Tenho certeza de que ele conseguirá construir um plano de governo bastante completo, que trará inúmeras melhorias para o nosso Estado”, enfatizou.

Sobre o episódio ocorrido em Tarauacá, no último final de semana, o deputado disse que o pré-candidato a governador Gladson Cameli (PP) mente ao atribuir a filiados do PT daquele município um atentado a seu avião. A aeronave, um bimotor Baron, foi utilizada pelo senador e sua assessoria durante agenda no interior entre quinta e sábado da semana passada. O avião estava estacionado na pista do município de Tarauacá com as asas pisoteadas quando o senador chegou ao aeroporto para embarcar de volta para Rio Branco. Ele atribuiu o ato de vandalismo a petistas de Tarauacá.

O deputado garantiu que não houve por parte de militantes do PT nenhum ato relacionado ao ocorrido. “Depois descobriram que o ato foi praticado por pessoas ligadas à oposição, que estavam, inclusive, na mesa de bar com o próprio pré-candidato. Agora, a pessoa embriagada querer criar um fato para acusar o PT de vandalismo, aí já é demais. Se é dessa forma que ele pretende trabalhar o PT está preparado. Não queremos baixaria, o que queremos é discutir com o povo ações que tragam melhorias para este Estado. Mas, com certeza tomaremos as devidas providências”, frisou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com