Deputado Eber Machado apresenta denúncia de conselheira sobre aumento na passagem de ônibus

Deputado Eber Machado apresenta denúncia de conselheira sobre aumento na passagem de ônibus

O deputado Eber Machado (PDT) destacou durante sessão desta quinta-feira (24) que ontem recebeu um áudio de uma conselheira do Conselho Tarifário, onde a mesma diz que a RBtrans convidou apenas a equipe técnica para participar da audiência pública promovida pela Comissão de Serviço Público da Assembleia Legislativa, onde foi tratado o aumento do preço do transporte público. Destacou ainda que a mesma afirmou que a sociedade e a imprensa ficaram sabendo desse aumento antes mesmo dos conselheiros estarem cientes. Eber Machado agradeceu ao presidente da Aleac, deputado Ney Amorim (PT), por todo o suporte para a realização da reunião.

“Primeiro quero aqui agradecer ao presidente Ney Amorim por ter nos oferecido todo o suporte necessário para que essa audiência fosse realizada. Ontem recebi esse áudio, onde uma conselheira me afirmou que sequer foi informada da audiência pela RBtrans. Segundo ela, eles já repassaram a proposta para as empresas sem falar com todos os conselheiros. Ou seja, a sociedade e a imprensa souberam do aumento antes dos conselheiros tarifários. Isso é um absurdo!” Exclamou.

O parlamentar continuou e disse que a conselheira afirmou estar se sentindo prejudicada com a situação e que a classe irá publicar uma nota de repúdio contra o presidente do Conselho Tarifário. Ele afirma ainda que a câmara técnica do Conselho Tarifário não passa de uma farsa.

“O que aconteceu de fato foi que a comissão formada pela câmara técnica e RBtrans se reuniu e, mandou proposta de volta com o valor para as empresas analisar sem antes passar pelo conselho. Esse conselho é uma farsa! A realidade é que câmara técnica é quem tem o poder e não os conselheiros. Quem está decidindo tudo são os empresários. Sendo que a legitimidade é da prefeitura de Rio Branco”, pontuou.

Eber lamentou a ausência de representantes de importantes instituições na audiência pública ocorrida na última quarta-feira (23) e que por essa razão os presentes não puderam fazer os devidos encaminhamentos em busca de uma solução para o problema. Afirmou também que vai custear com o próprio dinheiro o pagamento de uma empresa que realize uma auditoria nas planilhas de gastos apresentadas pela RBtrans.

“RBtrans e Sindcol não compareceram a audiência, fugiram do debate. Não merecem ser respeitados pelo povo. Vou tirar dinheiro do meu bolso e contratar uma empresa de auditoria para auditar essas planilhas vergonhosas. Nós não concordamos com esse aumento. Nós vamos continuar essa luta sem recuar, porque entendo que estamos cumprindo o nosso papel. Na próxima semana apresentarei um requerimento para que possamos instalar a CPI dos Transportes Públicos na nossa capital”, concluiu.

Andressa Oliveira
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com