“Execução em Rio Branco virou algo banal e não é”, afirma deputado Gehlen Diniz

“Execução em Rio Branco virou algo banal e não é”, afirma deputado Gehlen Diniz

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (15), o deputado Gehlen Diniz (PP) disse que dentre os inúmeros problemas que o Acre enfrenta atualmente a violência é o pior deles. O progressista frisou que somente neste ano 200 homicídios foram registrados no Estado.

“O Acre passa por muitos problemas, mas tem um que considero suprapartidário e que não vem sendo tratado como deveria pelo PT, que é a questão da violência no Estado. Esse tema tem sido deixado de lado pelo governador Tião Viana, não há um plano sequer para conter a violência no Acre”, disse.

O oposicionista comentou uma execução que ocorreu no bairro Vitória, em Sena Madureira, na última quinta-feira (10). “Na quinta passada dez execuções ocorreram em Rio Branco. No mesmo dia ocorreu uma em Sena Madureira, no bairro Vitória, no mesmo bairro em que os pré-candidatos da Frente Popular estavam dialogando com os moradores, fazendo aquelas famosas promessas. Assim que eles saíram um homem foi executado na frente dos três filhos, de oito, cinco e três anos. Lamentável”, disse.

O deputado também falou sobre o tiroteio que aconteceu na segunda-feira (14), na rua Rio Grande do Sul, no bairro Preventório, que deixou três mortos, dentre eles uma criança de 11 anos. Ele também questionou a falta de efetivo das polícias do Acre.

“Estamos falando de guerra entre facções, mas que sempre faz vítimas inocentes. Mesmo com todo esse terror, não vejo a base governista se debruçar sobre esse tema. Trocaram até o comando da PM e já obtive informações de que é pior do que o anterior. As pessoas podem dizer: mas, deputado o senhor fala dos problemas e cadê as soluções? Eu não sou do Executivo, eu sou do Legislativo. Todas as minhas emendas eu destinei para a Segurança Pública. O que eu posso fazer como parlamentar eu faço, mas o governo não cumpre a sua parte. O governo precisa contratar mais policiais, nem peritos criminais suficientes nós temos”, enfatizou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com