Deputado Raimundinho da Saúde diz que servidores do hospital do Juruá estão sofrendo assédio moral

Deputado Raimundinho da Saúde diz que servidores do hospital do Juruá estão sofrendo assédio moral

O deputado Raimundinho da Saúde (PODE) denunciou na sessão desta quarta-feira (9) que os servidores do Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, estariam sofrendo assédio moral por parte da direção. O parlamentar afirma que recebeu um áudio de uma servidora chorando, denunciando que sofreu constrangimento e humilhação por parte da direção daquela unidade de saúde.

“É lamentável que no hospital do Juruá esteja acontecendo esse tipo de coisa. Uma unidade de saúde tão importante, que obteve tantas conquistas, e que hoje é cenário para esse tipo de coisa. Assédio moral? Isso é muito grave. Acho que as freiras deveriam cuidar de outras coisas, porque humilhar trabalhador, constranger funcionário, aí já é demais”, disse o parlamentar.

Ainda de acordo com o deputado, a direção daquela unidade de saúde não faz nenhuma questão de dialogar com os servidores. “Uma funcionária me mandou um áudio chorando, relatando que ela foi constrangida a assinar um documento, e que se ela não assinasse ela seria tirada do trabalho. Isso é um absurdo, não podemos permitir esse tipo de covardia, de humilhação com o trabalhador. Que direção é essa que não faz questão de entrar num acordo com o servidor? Isso é um absurdo”, complementou.

Para Raimundinho da Saúde falta humildade por parte da direção da Associação Nossa Senhora da Saúde (Anssau). “Vou lá na próxima segunda-feira, conversar pessoalmente com os trabalhadores. Caso nada se resolva, nós faremos outra paralisação. Vou levar o Ministério Público lá. A Anssau não tem um pingo de humildade para lidar com o servidor. Por isso nós iremos até lá, não vou permitir que haja trabalho escravo naquele hospital”, concluiu.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com