Deputado Gehlen Diniz afirma que governo não faz mais que obrigação ao pagar servidores em dia

Deputado Gehlen Diniz afirma que governo não faz mais que obrigação ao pagar servidores em dia

O deputado Gehlen Diniz (PP) criticou o governo por este se gabar de manter o pagamento do funcionalismo público em dia. O parlamentar afirmou que essa é uma obrigação do Estado e que áreas essenciais como saúde, educação e segurança estão abandonadas. O parlamentar também indagou sobre a doação de verbas feita pelo Poder Executivo para cooperativas prevista em PL do Executivo.

Após a declaração do líder do PT na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Lourival Marques, durante a sessão desta terça-feira (8), onde o mesmo afirmou que o governo estaria mantendo o pagamento de funcionários públicos em dia, o deputado Gehlen Diniz rebateu o colega afirmando que isso é o mínimo que se espera da administração pública.

“Há tempos eu digo que este é um desgoverno e hoje o líder do PT passou recibo de incompetência, ao enaltecer que seu partido está pagando salários em dia. Para o PT isso é algo mirabolante, digno de aplausos, mas não passa de uma simples obrigação. O número de cargos comissionados é absurdo. O governador possuir mais de 100 policiais fazendo sua segurança e de sua família, e eles se gabam pelo mínimo”, rebateu.

O parlamentar disse ainda que possui em mãos o Projeto de Lei n°17, de 16 de abril de 2018, de autoria do Poder Executivo, que versa sobre a doação de R$ 14 milhões para cooperativas. O parlamentar criticou a ação e afirmou que o governo não pode entregar dinheiro público para beneficiar apenas algumas pessoas.

“Falam em crise todos os dias, mas para os amigos do rei não tem crise. Tenho em mãos esse PL por meio do qual o governador destina dinheiro público, o dinheiro do povo acreano, para beneficiar meia dúzia de cooperativas. Que crise é essa em que já estão fazendo doação? ” Indagou.

Gehlen Diniz falou ainda que o atual governo teoricamente apoia o agronegócio, mas na prática aplica multas absurdas a pequenos criadores, que muitas vezes não têm conhecimento de seus direitos. Reiterou também que se atualmente o Acre teve que aumentar o número de vagas nos presídios, é porque o Partido dos Trabalhadores não investiu em educação quando assumiu o poder 20 anos atrás.

“Com a Florestania o Acre só andou para trás. Em oito anos de poder o governador Tião Viana sequer investiu em algo. Aumentam vagas em presídios hoje porque não investiram nas escolas 20 anos atrás quando passaram a administrar o Estado. Quem está matando, assaltando e cometendo os mais diversos crimes atualmente eram criança ou sequer tinham nascido quando o PT assumiu”, finalizou.

Andressa Oliveira
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com