Deputado Jesus Sérgio demonstra insatisfação com obras da BR-364

Deputado Jesus Sérgio demonstra insatisfação com obras da BR-364

Em pronunciamento na sessão desta quarta-feira (2) o deputado Jesus Sérgio (PDT) disse que as obras da BR-364 não estão atendendo as expectativas da população. O pior trecho, segundo o pedetista, é o que liga Rio Branco a Sena Madureira. “Não tem nenhuma frente de trabalho atuando nesse trecho. Já o trecho que liga Sena a Tarauacá tem gente fazendo a limpeza lateral, mas ainda tem muito o que fazer”, frisou.

O parlamentar disse que conversou com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Thiago Caetano, e o mesmo garantiu que na segunda quinzena de maio os serviços de recuperação da rodovia serão reiniciados no trecho em questão.

“Thiago informou que três frentes de trabalho começaram a operação tapa-buracos e que em junho os trabalhos de recuperação da BR-364 serão reiniciados. A previsão é de que até o final do ano todos os trechos até Cruzeiro do Sul sejam concluídos”, afirmou.

Outro assunto abordado pelo parlamentar foi com relação ao aumento da violência no município de Tarauacá. De acordo com ele, o que agrava ainda mais a situação é que há apenas um delegado para atender os municípios de Tarauacá, Feijó e Jordão.

“A violência no rio Envira está demais. Ainda que o delegado daquela região tenha me garantido que estão trabalhando firme para combater a criminalidade, a situação continua sendo muito delicada. Além de ter apenas um delegado para atender as três cidades, a falta de estrutura nas delegacias também dificulta o serviço”, complementou.

Jesus Sérgio cobrou mais atenção do secretário de Segurança para aquela regional. “No rio Muru várias escolas foram queimadas, as facções estão atuando diariamente. Peço aqui mais atenção do secretário de Segurança com aquela regional, a população está a ponto de se defender por conta própria”, frisou.

Para concluir, o parlamentar destacou o lançamento da 39° etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa, que aconteceu no último sábado (28), em Tarauacá. A meta do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (IDAF) é imunizar 1,3 milhão de animais, entre bovinos e bubalinos. “O processo de vacinação acontece do dia 1° ao dia 31 de maio, os pecuaristas do Estado devem vacinar os animais e até 15 de junho apresentar a declaração de vacinação no IDAF”, destacou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com