Deputado Daniel Zen apoia debate na Comissão de Serviço Público sobre novo horário de atendimento da OCA e delegacias

Deputado Daniel Zen apoia debate na Comissão de Serviço Público sobre novo horário de atendimento da OCA e delegacias

O líder do governo na Aleac, deputado Daniel Zen (PT), defendeu na sessão desta quarta-feira (25) que o debate sobre a mudança de horário no atendimento da Central de Serviço Público (OCA) seja feito pela Comissão de Serviço Público do Poder Legislativo. A proposição do deputado aconteceu após vários parlamentares se manifestarem na tribuna contra o novo horário de funcionamento da instituição.

“A melhor proposta é fazer um debate. Podemos convidar a secretária de Gestão Administrativa do Estado de maneira respeitosa e fazer essa discussão na própria Comissão de Serviço Público. Podemos ouvir também a diretora da OCA para saber o que mudou com relação ao atendimento. É conversando que a gente se entende”, disse o parlamentar.

O deputado ressaltou a importância da OCA para a população e informou que solicitará da equipe de elaboração do plano de governo do pré-candidato Marcus Alexandre (PT) a proposta de implantação de uma Central de Serviço Público em cada regional do Estado.

“Encaminharei essa solicitação à equipe do nosso pré-candidato Marcus Alexandre. Será um benefício grande para a população das regionais do Tarauacá/Envira, do Juruá, do Iaco e do Purus. O cidadão encontra inúmeros serviços na OCA, a população só tem a ganhar com a implantação de mais centros de atendimentos como esse”, enfatizou.

Daniel Zen também fez alguns esclarecimentos acerca da mudança no horário de funcionamento da Secretaria de Estado da Polícia Civil. A partir do dia 2 de maio, os serviços administrativos das delegacias e postos policiais, além das unidades periciais, sede da instituição, departamentos e a corregedoria vão funcionar das 7 às 14 horas, em horário corrido.

O deputado frisou que após esse horário, qualquer demanda de registro de ocorrências e atendimento ao público será feita normalmente pela Delegacia de Flagrantes (Defla), localizada na Estação Experimental, e pelas Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAM) e de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), durante 24 horas por dia, e haverá uma equipe a mais nos plantões. Além disso, os setores do IML e da perícia Criminal, para os casos de chamado de emergência, seguem diuturnamente.

Ele ressaltou ainda que a mudança do horário de atendimento ao público para sete horas ininterruptas visa possibilitar mais ações investigativas e de enfrentamento ao crime organizado.

“De início, a mudança no horário realmente assustou, mas depois que conversei com o secretário eu vi que tudo fazia sentido, que tinha uma lógica. Na verdade, a medida é muito inteligente, pois dessa forma os agentes, escrivães e delegados da Polícia Civil terão horário de trabalho integral e sujeitos a convocação para participar de operações e diligências, que são previstas no planejamento estratégico de combate à criminalidade. Ou seja, o efetivo que antes ficava cuidando mais dos serviços burocráticos agora será redirecionado para o cumprimento de diligências policiais para instruir os inquéritos. Uma medida inteligente, que dará mais celeridade às respostas ao cidadão” explicou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com