Deputado Heitor Júnior rebate críticas a PL que proíbe saída da castanha in natura do Estado

Deputado Heitor Júnior rebate críticas a PL que proíbe saída da castanha in natura do Estado

Durante a sessão desta quarta-feira (28), o deputado Heitor Júnior (Podemos) rebateu críticas feitas pelo deputado Gehlen Diniz (PP), que o acusou de estar a serviço de empresários do ramo da castanha, ao querer aprovar o projeto de lei que proíbe a saída in natura do produto do Acre.

Heitor Júnior disse que caso se sinta incomodado com o PL, Gehlen Diniz deve reunir as pessoas que concordam com o posicionamento dele e participar das audiências públicas que serão realizadas no interior. Sobre o aviso de o mesmo ter que ir acompanhado de seguranças para as audiências, Heitor afirmou que isso é o cúmulo.

“Não estou a serviço de empresário nenhum, mas do povo do Acre. Se o deputado se sente incomodado, então que convide as pessoas que concordam com ele e participem do debate. Temos aqui a maior transparência na condução desse projeto. Agora dizer que as pessoas estão me ameaçando de morte é o cumulo. Quando o senhor não tem o aval da sua bancada de oposição, fica claro que o senhor está agindo de má-fé”, finalizou.

Andressa Oliveira
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com