Deputado Jenilson Leite diz que mesmo condenado prefeito de Bujari foi ético e corajoso

Deputado Jenilson Leite diz que mesmo condenado prefeito de Bujari foi ético e corajoso

Durante discurso na sessão desta quinta-feira (15), o deputado Jenilson Leite (PCdoB) relatou o caso do prefeito do Bujari, Romualdo Araújo (PCdoB), que foi julgado e condenado pelo Tribunal de Conta do Acre (TCE/AC), por ter contratado novos servidores provisórios nas pastas da Saúde e Educação, mesmo estando com os gastos da prefeitura acima do limite prudencial estabelecido pela lei. O gestor terá que pagar uma multa no valor de R$ 30 mil.

Para Jenilson Leite, o gestor foi corajoso ao iniciar o ano letivo e ao colocar o setor de saúde para funcionar, mesmo os gastos da prefeitura estando no limite. “As escolas rurais estavam paradas e o setor de saúde estava sem profissionais. Romualdo assumiu o compromisso ético de iniciar o ano letivo e de contratar servidores para a Saúde, mesmo com o limite estabelecido por lei. Foi ético e corajoso”, enfatizou o parlamentar.

Para o deputado as regras que são aplicadas aos gestores precisam ser “amadurecidas”. “Temos um sistema organizado de uma maneira que dificulta a atuação dos nossos gestores. Há a necessidade de se amadurecer as regras que são atualmente aplicadas a eles. No caso do Romualdo, mesmo ele sendo multado tenho certeza que ele não se arrependeu do que fez, e eu o parabenizo pela coragem. Saúde e educação são prioridades”, destacou.

Jenilson Leite falou ainda sobre os problemas que alguns municípios estão enfrentando no processo de emissão de carteiras de identidade. “Fui à Polícia Civil e conversei com o secretário Carlos Flávio sobre essa situação. A boa notícia é que o problema será resolvido e no início do próximo mês, um outro sistema será instalado em municípios como Jordão, Tarauacá e Feijó com o objetivo de facilitar o processo de emissão do documento. Neste sentido, a situação será devidamente regularizada”, informou.

Para concluir, o deputado agradeceu o café da manhã que os servidores da Saúde ofereceram aos deputados em agradecimento pela não aprovação do projeto de lei do Executivo, que regulamenta o edital de chamamento de Organizações Sociais para a terceirização da administração do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

“Cheguei hoje a Aleac e me deparei com um café da manhã maravilhoso, oferecido pelos servidores da Saúde. Eu sigo muito tranquilo, votei de acordo com a minha consciência, votei a favor dos servidores. Ontem não foi um dia fácil, mas como a vida é feita de desafios nós tivemos a coragem de tomar uma decisão. Tenho certeza que eu votei de acordo com as ideias que meu partido defende, com as que eu defendo também”, finalizou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com