Deputado Daniel Zen esclarece PL que proíbe a saída da castanha do Brasil “in natura” do Estado

Deputado Daniel Zen esclarece PL que proíbe a saída da castanha do Brasil “in natura” do Estado

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen (PT), usou a tribuna na sessão desta terça-feira (20) para fazer alguns esclarecimentos a respeito do Projeto de Lei nº 111, de autoria do deputado Heitor Júnior (PDT), que proíbe a saída da castanha do Brasil “in natura” do Estado do Acre. Zen, que é relator do PL, ressaltou que a matéria só será enviada para votação após ser devidamente analisada.

“Quando aceitei ser relator desse projeto, nós combinados que o mesmo não seria apreciado enquanto não o estudássemos bastante. Esse PL tem como objetivo gerar emprego e renda para o Acre, o intuito é valorizar a indústria local. Queremos preservar o interesse do produtor, e precisamos adotar medidas que protejam a indústria local porque é ela que vai garantir que o imposto fiquei aqui, caso contrário o dinheiro vai para as empresas lá de fora, da Bolívia e do Peru”, explicou.

O parlamentar informou ainda que uma audiência pública foi agendada para o dia 12 de março para discutir o projeto com empresários e produtores. “Quero deixar bem claro que não estamos tendo pressa em aprovar esse projeto, queremos analisá-lo bem antes do processo de votação. Na última sexta-feira (16), eu e o deputado Heitor Júnior nos reunimos com o senador Jorge Viana para debater o assunto, ele é um dos grandes conhecedores da cadeia produtiva da castanha e fez algumas sugestões importantes. Ouvimos também alguns empresários e nessa audiência iremos dar voz aos produtores. Só então iniciaremos o processo de apreciação da matéria”, garantiu.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com