Deputado Daniel Zen pede que Ministério Público Eleitoral investigue declarações de Márcio Bittar

Deputado Daniel Zen pede que Ministério Público Eleitoral investigue declarações de Márcio Bittar

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen (PT), disse na sessão desta quarta-feira (7) que protocolou junto ao Ministério Público eleitoral um pedido de instauração de procedimento investigatório para apurar as declarações feitas pelo pré-candidato ao Senado pelo (MDB), Márcio Bittar, que foram gravadas e enviadas como arquivo de áudio para grupos de redes sociais.

Para o deputado, as declarações são graves e precisam ser apuradas pelo Poder Judiciário. “Essas revelações sobre a suposta prática de crime eleitoral, como uso de recursos não contabilizados, constituindo financiamento ilícito de campanha, são graves e precisam sim ser apuradas. Na gravação foi mencionado o suposto uso de R$ 1 milhão não declarado na campanha de uns, falou também de R$ 30 milhões para a campanha de outros, isso é grave”.

Zen ainda complementou: “O Ministério Público precisa investigar para saber se essas declarações do Márcio Bittar são verdadeiras ou se são bravatas. Se for bravata demonstra, inclusive, a falta de caráter da pessoa que durante uma reunião imputou ao outro a prática desses crimes”, disse.

Para o líder do governo, o Poder Judiciário precisa se pronunciar sobre a questão. “O MPE precisa interpelar Márcio Bittar para que este venha a prestar esclarecimentos sobre suas declarações para que ao final o Poder Judiciário possa também se pronunciar sobre o caso. Não estou dizendo que as acusações são verdadeiras, quem disse isso foi o Márcio Bittar. Mas é grave, todos os veículos de imprensa divulgaram esse caso, Márcio Bittar precisa ser chamado para depor”, enfatizou.

O deputado também comentou a declaração dada pelo empresário Jarbas Soster sobre uma suposta dívida não paga pelo governo do Estado. “Não vejo gravidade nesse assunto, se ele prestou um serviço ao governo e ainda não recebeu é natural que ele procure os meios judiciais para receber seus direitos. Se há uma relação contratual entre ele e o governo isso precisa ser resolvido, se existe uma dívida ela precisa ser paga. Não vejo gravidade nenhuma nisso”, finalizou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com