Deputado Gehlen Diniz afirma que chapa majoritária da FPA é um presente para oposição

Deputado Gehlen Diniz afirma que chapa majoritária da FPA é um presente para oposição

Em discurso durante a sessão desta terça-feira (28), o deputado Gehlen Diniz (PP) comentou a respeito da escolha do nome do secretário de Segurança Pública do Acre, Emylson Farias, para compor a chapa majoritária da Frente Popular ao lado de Marcus Alexandre. Ele pontuou que a indicação só consolida a vitória de Gladson Cameli ao governo do Acre em 2018, isso porque Emylson Farias não conseguiu fazer uma gestão de enfrentamento ao crime.

“Quero falar a respeito da escolha dos nomes dos senhores Marcus Alexandre e Emylson Farias. O governo do Acre não poderia dar um presente melhor para a oposição com a escolha desses dois nomes. Um foi levado coercitivamente pela Polícia Federal para prestar esclarecimentos a respeito de desvios no Deracre. Já o outro, o atual secretário Emylson Farias, foi premiado com a indicação para concorrer ao cargo de vice-governador. O povo é sábio, saberá dar a resposta ao projeto de continuidade que trouxe ao Acre o caos na segurança pública. Não gerou os 40 mil empregos, a saúde de primeiro mundo não veio. O candidato do governador é o senhor Marcus Alexandre. A chapa é do governador. Com relação a isso não devemos interferir. O secretário não garantiu o mínimo de segurança para a nossa população”, pontua.

Gehlen Diniz acrescentou afirmando que a oposição está unida. E destacou que há uma “falsa oposição” que não representa a alternância de poder. “A oposição está unida. Apesar de ter pessoas que querem nos dividir. A oposição mesmo está unida e tem um nome que está preparado para enfrentar essa máquina do PT, que é o do senador Gladson Cameli. O senador Gladson tomou a frente e conseguiu os recursos para a BR-364 e está garantindo o tráfego. Ele é também o responsável pela liberação dos recursos para a construção da ponte do Madeira. Ele tem o nome limpo, não responde a um processo sequer. No momento oportuno o povo do Acre saberá dar a resposta certa”, frisa o progressista.

Mudando a pauta, Gehlen Diniz destacou que esteve na região da Transacreana no último final de semana e a principal reivindicação dos moradores é segurança. Eles pedem a instalação de uma unidade das forças de Segurança Pública na localidade.

“No último final de semana estive na Transacreana e mais uma vez fui cobrado quanto à Segurança Pública. Os moradores reclamaram que qualquer ocorrência tem que acionar Rio Branco. Não tem um posto policial. Questionaram, ainda, o sistema de telefonia, dada a péssima qualidade dos serviços. Quem tem que resolver isso é o governo do Estado. Cabe a nós pedirmos aqui melhorias para a nossa população”, finaliza.

José Pinheiro
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com