Aleac premia vencedores do 2º Prêmio de Jornalismo do Legislativo acreano

Aleac premia vencedores do 2º Prêmio de Jornalismo do Legislativo acreano

Com o tema Aleac: Fiscalizando, Legislando e Promovendo a Inclusão Social, a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) anunciou nesta quinta-feira (23), em solenidade realizada no Afa Jardim, os vencedores do 2º Prêmio de Jornalismo do Legislativo acreano. Quatro categorias foram contempladas: webjornalismo, jornalismo impresso, telejornalismo e radiojornalismo. O total da premiação alcançou os R$ 36 mil: 1º lugar R$ 5.000,00; 2º lugar R$ 3.000,00; e 3º lugar R$ 1.000,00.

O presidente da Aleac, deputado Ney Amorim (PT), falou da satisfação em premiar os profissionais da imprensa acreana que no dia a dia atuam diretamente na cobertura dos trabalhos legislativos, levando sempre a melhor informação para a sociedade acreana.

“É uma noite muito especial para o Poder Legislativo, porque podemos homenagear os nossos amigos da imprensa. É com muita gratidão que estou aqui hoje agradecendo a parceria e o respeito dos jornalistas da imprensa local que levam a informação do Legislativo à toda a população acreana”, disse Ney Amorim.

Já o primeiro-secretário do Parlamento acreano, deputado Manoel Moraes (PSB), disse que a imprensa faz um trabalho social louvável, sendo sempre a porta-voz daqueles que não têm voz na sociedade. Ele defendeu uma imprensa mais livre para o fortalecimento da democracia. “A imprensa cumpre esse papel de informar e dar voz àqueles que não têm. Uma imprensa livre é tudo para uma nação. E vocês estão de parabéns pelo trabalho que vocês fazem”, disse ele aos profissionais presentes no evento.

O presidente do Sindicato dos Jornalistas do Acre (Sinjac), Victor Augusto, agradeceu a iniciativa da Assembleia Legislativa e disse que o trabalho de cada jornalista tem a missão maior de informar a sociedade e ser voz ativa na defesa dos direitos já conquistados ao longo do tempo pelo povo brasileiro, e no caso específico o acreano.

“Fico muito feliz por esse trabalho desenvolvido pela Assembleia. É uma iniciativa louvável da Mesa Diretora, do deputado Ney Amorim, em instituir esse prêmio homenageando nós que estamos no dia a dia acompanhando os fatos e levando a melhor informação ao povo acreano”, salienta.

A primeira categoria anunciada foi webjornalismo. O jornalista Resley Saab, do site opinião.net e jornal Opinião levou o 1º lugar com a reportagem “Ser Down é UP”. O segundo lugar ficou com o jornalista Tiago Martinello, do site agazetadoacre.com. O terceiro lugar ficou com a jornalista Gina Menezes, do site folhadoacre.com.

Na categoria radiojornalismo o jornalista Jota Alves, da Rádio Difusora Acreana, conquistou o 1º lugar. O 2º lugar ficou com jornalista Ivan de Carvalho, também da Rádio Difusora Acreana. Lembrando que cada profissional poderia inscrever até três trabalhos jornalísticos em uma mesma categoria.

Ao falar em telejornalismo, os jornalistas Angélica Paiva e Deyvi Chessmon levaram juntos o 1º e 3º lugar nessa categoria. O 2º lugar ficou com a jornalista Gislaine Vidal, também da TV .

Finalizando a noite de premiação, na categoria impresso os jornalistas Dell Pinheiro e Regiclay Saad levaram o 1º e 3º lugar nessa categoria. O segundo lugar ficou com a jornalista Brenna Amâncio, que por motivo de viagem não estava na cerimônia e foi representada pelo presidente do Sinjac.

Além das autoridades legislativas, estiveram presentes a desembargadora Waldirene Cordeiro, representando a presidente do Tribunal de Justiça – desembargadora Denise Bonfim; o desembargador Laudivon Nogueira; a promotora de Justiça Joana D’arc Dias Martins, representando o Procurador-Geral de Justiça – Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto; e os vereadores Rodrigo Forneck e Elzinha Mendonça, da Câmara Municipal de Rio Branco .

José Pinheiro e Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com