Deputado Gehlen Diniz questiona terceirização do Huerb

Deputado Gehlen Diniz questiona terceirização do Huerb

O deputado Gehlen Diniz (PP) questionou na sessão desta terça-feira (14) a possível terceirização do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). Segundo ele, a terceirização do Pronto Socorro vai de encontro com o que o governo da Frente Popular do Acre defende.

“Os governistas vivem criticando o governo federal, dizendo que a terceirização é o fim do mundo, que é um total desrespeito com os trabalhadores e agora querem terceirizar o Huerb. Isso só confirma o desgoverno do PT”, disse.

O progressista teme que a terceirização afete o funcionamento do hospital. “Recebi informações de que com a terceirização os recursos da Huerb serão no valor de R$ 8,5 milhões, sendo que o Estado gastava R$ 11 milhões para manter o hospital funcionando e o atendimento ainda deixava a desejar. Temo que a terceirização afete a qualidade dos serviços prestados, se com R$ 11 milhões o atendimento já não é dos melhores quem dirá com R$ 8 milhões e meio”, frisou o deputado.

Ainda de acordo com o oposicionista, a unidade de saúde poderá se tornar um “cabide de emprego” para o governo do Estado. “Conversei com alguns profissionais do Pronto Socorro e essa também é uma preocupação deles. Com a terceirização, o governo poderá lotar o Huerb com os profissionais que ele achar melhor, uma vez que não precisará realizar concurso público para isso. O Pronto Socorro se tornará o maior cabide de emprego do Acre. Espero que isso não aconteça e que essa terceirização traga inúmeras melhorias para o hospital”, concluiu.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com